Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

29
Dez15

Podemos falar de outra coisa?

Maria das Palavras

Esquecer os piropos, as luzes de Natal, a data que vira o calendário? Podemos - só por um bocadinho, sim? - fingir que é um dia qualquer junto a outros dias quaisquer, todos vulgares e indistintos? Aliás, não é terça, nem quinta, é uma nada-feira. Inspirar fundo. Fazer de conta que hoje não é dia nenhum. Não vamos preocupar-nos, então, com o amanhã e os outros a seguir: se temos de fazer aquele telefonema de trabalho, se conseguimos comprar marisco para a passagem de ano. Não temos passado, nem presente, nem pressa. Não fazemos planos. Não sabemos, nem queremos saber. Expiramos. Limpamos a mente por um segundo que é uma vida. Podemos não falar de nada? 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

28
Dez15

A blogger menos in em 2015

Maria das Palavras

Fez um ano de blog e duas amizades para a vida. Escreveu um posfácio de um livro e estreou-se nas apresentações. Bateu a marca dos 1.000 posts e 10.000 comentários. Foi plagiada. Escreveu para um portal de casamentos. Estreou a Prova dos Nove com mais de um punhado de boa gente a participar, mais umas tantas rubricas. Foi assediada e chamada de marota. Ganhou uma caneca e um livro, mas recusou outras parcerias. Foi destacada uma vez na página de Facebook da Bertrand, algumas na homepage do Sapo e mais-do-que-merece no Sapo Blogs. Participou noutros projetos virtuais. Escreveu o seu texto mais partilhado de sempre. Tornou-se Inominável. Inaugurou um Consultório de Prendas. Migrou a página de Facebook onde já reúne mais de 2000 alminhas. Renovou o aspeto do blog. Tudo e mais dois substantivos, mas ainda não deixou de falar na terceira pessoa.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Dez15

Sei porque sei.

Maria das Palavras

Que é batota ter o dom da palavra. Que é mais fácil argumentar e ganhar discussões (como se alguém ganhasse quando se discute) quando se arranjam as palavras certas no momento exato. Quando as frases se constroem uma a seguir à outra numa lógica bem pensada, encadeada em poucos segundas. Ditas assim em sequências de palavras bem articuladas, sílabas que não descansam porque tenho o dom da palavra e não páro para pensar. 

Mas pior que nem ter o dom da palavra e lutar para expressar o que queremos, é ter o dom da palavra e não conseguir falar. Porque quando dói, ganha o o silêncio. Perdemos todos.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds