Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

07
Jan18

Academia para Preguiçosos Social-Awkward, procura-se.

Maria das Palavras

Tenho um metabolismo porreirinho que não me deixa engordar muito, por isso sei que se comer minimamente bem (com influência do Moço) e se fizesse exercício, podia comer umas quantas porcarias de vez em quando e viver feliz e mais rijinha. 

Assim sendo, fico à espera que me sugiram que tipo de exercício posso fazer que preencha os seguintes critérios: 

 

- Nada que dependa apenas da minha vontade de lesma (como fazer exercício em casa ou acordar cedo para ir correr na praia).

- Nada que faça as pessoas olharem de lado para mim (como correr sozinha na rua)

- Nada que envolva grupos de pessoas felizes que gostam de fazer ginástica (como correr acompanhada na rua)

- Nada ao lado de gente suada com roupa colorida (como aulas de grupo)

- Nada onde não possa ficar sempre garantidamente a um canto sozinha (como "fazer máquinas")

- Nada onde tenha de ver gente, especialmente gente nua em balneários (como qualquer ginásio)

- Nada onde tenha de pagar a alguém para me dar ordens, que quem manda sou eu (tipo um PT) 

 

Alguma sugestão? Ou posso já passar a resolução do exercício para 2054?

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

05
Jan18

Os primeiros dias do ano.

Maria das Palavras

Engraçado como tentamos dar significado a tudo o que acontece nos primeiros dias ou horas de cada ano novo. Se encontramos um cêntimo no chão vai ser um ano de sorte, se partimos um copo vai ser um ano complicado. Começa bem! Ou: começa mal! Isto é bom ou mau prenúncio. 


Ainda há quem diga que cada um dos doze primeiros dias do ano lança o mote para cada um dos doze meses. O que para muita gente significava só que Janeiro ia ser um mês de ressaca e Fevereiro ia ser um mês pouco produtivo no trabalho. 

 

Cerca de 110% das pessoas gosta de contemplar o mar logo no primeiro dia, vendo qualquer coisa  maior nas ondas do que a hipótese de afogamento. Um infinito qualquer. Uma liberdade qualquer. (Eu escolho antes a liberdade de desejar um bom ano do sofá com mantas, que sossego é que o mais quero para o resto de 2018.)

 

São dias de fazer planos e implementar resoluções que vão durar cerca de uma semana e meia. 

E não há problema nenhum em nada disto. Não há problema nenhum em querermos forçar simbolismos e energias renovadas, mesmo que não passem de ilusões passageiras e crenças que a passagem de uma hora do dia 31 de dezembro para a outra do dia 1 de janeiro vai mudar alguma coisa. Porque independentemente do que acontece no futuro, o que importa é a forma como vivemos o presente. Se for com um sorriso de esperança nos lábios, tanto melhor.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds