Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

26
Dez17

O Natal mais silencioso de sempre.

Maria das Palavras

A minha irmã apanhou uma faringite desgraçada este Natal e, em plena noite da consoada, mal falava e mal comia. A situação não é para rir, claro, mas (estando a situação controlada) foi impossível controlar o riso quando o meu pai a convencia que não fazia mal passar assim o Natal, que tinha a família junta, a casa enfeitada, a sorte de ter prendas para abrir. No fundo, queria consolá-la dizendo que mesmo sem cantar ou afinfar os dentes no bolo de bolacha que tinha pedido especialmente, o Natal que ela tanto gosta continuava a ser o Natal. Que mais poderia querer ela? Questionou.

 

E responde ela, em esforço, de forma muito sofrida, dizendo aquilo que dizemos mais ou menos da boca a toda a gente, mas ela queria mesmo:

- Saúde!

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

20
Dez17

Férias de Natal

Maria das Palavras

O meu pai perguntou-me quando eu estaria de férias. Só porque sim, por estarmos perto do Natal. Quando começaria a pausa, perguntou-se ele. Uma pergunta que me causou estranheza. Férias de Natal tiram-se na altura da escola. A vida agora não pára para eu passar uns dias aninhada a ver filmes no sofá, sem mais responsabilidades. Uma pergunta tola, "ó pai, que pergunta, já não há isso de férias de Natal".

 

E agora que estou afincadamente a trabalhar em tudo o que tem de ser feito esta semana, lembro-me da pergunta do meu pai e faz sentido, afinal. Não queria estar a fazer nada que não fosse gozar esta altura encantada do ano. Em que tudo são luzes, passeios frios, lareiras quentes, família, amigos e postais trocados. Quero parar que seja uma vez por ano para apreciar isso. E apenas um fim-de-semana mais o dia 25 parece pouco para apreciar as coisas mais importantes da vida.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Nov17

Não sou a única tonta da família #18

Maria das Palavras

Depois de uma rapariga ter passado por nós e várias outras pessoas a tentar vender pensos, sem sucesso: 


Pai: Se fosse eu a vender pensos, vendia a toda a gente.

Maria: Ah, claro. E como é que fazias isso?

Pai: Andava também com uma navalhinha...

 

Riso Maléfico

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D