Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

22
Jan16

Este blog não é sobre livros #1: A Tragédia da Rua das Flores

Maria das Palavras

Mas é sobre palavras e uma tal de Maria delas. E portanto de vez em quando vai por cá aparecendo uma opinião, uma citação, reflexões minhas, o que me vai apetecendo partilhar. Sempre gostei de ler, sem pressas, sem estilos definidos, e tenho a certeza que isso contribui para a minha escrita (que alguns apreciam, mesmo com os meus problemas nas vírgulas), para o meu discurso fluente (tem dias) e para a minha capacidade de raciocínio (se esquecermos os meus tiros tão ao lado, que vão parar a Espanha). 


Nas fases em que ando mais leitora  - que sim, isto tem fases - não tenho necessidade de comprar livros. Tenho muitos que me vão oferecendo, que eu vou comprando que me emprestam e me recheiam as estantes sobrecarregadas. Mas nas fases em que ando mais leitora, também ando sempre à descoberta e surgem novos apetites, alguns ficam a breve trecho disponíveis para degustação na prateleira (viva os livros em segunda mão!). E como se isso não bastasse, meti-me na aventura do Livro Secreto, que a M.J. organizou. E portanto além da minha fila de livros que nunca se esgota, porque nunca pára de crescer (nada a cair nos números da louca Magda Pais) agora tenho um livro por mês, a rodar nas minhas e das minhas mãos para outrem. 

Causa-me transtornos de saúde, pois causa, não saber o que me calha a seguir - neste momento estou à espera do segundo e dão-me tremeliques de meia-noite com a curiosidade. O primeiro...como explicar? Não poderia ter sido melhor. 

 

A Tragédia da Rua das Flores - Eça de Queiroz | Wook

 

A Tragédia da Rua das Flores, precede os Maias. É uma espécie d'Os Maias, mais curto, mais conciso, mas com os mesmos traços de depravação familiar, a mesma crítica dos costumes, o mesmo gozo da fatalidade e aquelas figuras de estilo, expressão inconfundível da escrita de Eça, que me fazem revirar os olhos e pensar para mim: quem me dera escrever com um centésimo deste magnetismo. 
O livro velho, que acabei a ter de remendar com fita-cola, fez parte das melhores coisas deste virar de ano - e, caramba, se está a ser um ano cheio de tudo e tanto!

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

9 comentários

Comentar post

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D