Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

29
Mar16

O almoço de aniversário: Elevador | Hotel de Santa Justa

Maria das Palavras

Elevador de Santa Justa - Lisboa | Maria das Palavras

 

Comecemos o relato do passeio pelo início. Na segunda-feira passada, ainda antes de partir de Lisboa rumo a norte (aos poucos) fizemos o meu almoço de aniversário a dois no Elevador [não o da foto, mas bem perto no] restaurante do Hotel de Santa Justa****, a convite da Odisseias. Isto também fez logo com que o dia começasse bem, com direito a passeio pela baixa de Lisboa - antes de começar a chover torrencialmente, claro. As fachadas, as ruas com a calçada portuguesa, o próprio elevador de Santa Justa a coroar a zona (e a roubar o flash de todos os turistas na zona) e aquele cheiro inconfundivelmente português a...caril?!...

Tenho uma certa pena que uma zona tão visitada como das mais portuguesas tenha perdido um pouco a sua identidade e não creio que se encontrem por ali, à mão de semear dos turistas, com menus em plástico com fotos, os verdadeiros restaurantes tugas e os nossos temperos. Por isso foi um alívio chegar ao Elevador - que na minha cabeça era no topo de um prédio, mas afinal era na base - e olhar para os menus a salivar. Mesmo sem desenhos. Ovos mexidos com farinheira, polvo salteado com grelos, até bitoque! Vi um cozido a passar. Alívio.

 

Fachada do restaurante Elevador

 

É verdade que o voucher dizia que era "comida de autor" e isto é aquele tipo de expressões que nos faz logo torcer o nariz e pôr um pão com manteiga enrolado em alumínio na mala para quando desse a fome (depois do café). Engano nosso. Que depois das manteigas, queijinho e da entrada quente já estávamos bem satisfeitos - e ainda havia muito mais. A comida estava positivamente deliciosa. Ah, e não se assustem porque diz no voucher que têm direito a um "mimo do chef". É manteiga, azeite com vinagre balsâmico e queijo de ovelha, não cafuné.

 

Entradas - restaurante Elevador | Maria das Palavras via Odisseias

 

Eu comecei com um riquinho de um creme de camarão (que estava mesmo minadinho de camarão) e o Moço com uma salada caprese que vinha com um molho pesto de lamber o prato. Não o fizemos por vergonha, claro. Depois eu que já estava bem alimentada (tinha-me fartado de comer pão, com medo da cozinha de autor) avancei para o lombo salmão e ele para as bochechas de porco preto mais tenras de sempre. 

 

Pratos no Restaurante Elevador do Hotel de Santa Justa | Maria das Palavras via Odisseias

 

Ficámos mesmo muito satisfeitos. O Moço ficou tão bem impressionado que até escolheu a ocasião e o local para uma batota na sua dieta infinita e provou o cheesecake. Eu - sempre previsivel - fiquei-me pelo trio de gelados (baunilha, tangerina e framboesa).

 

Sobremesas no Elevador do Hotel de Santa Justa | Maria das Palavras via Odisseias

 

Anotámos o sítio como uma boa hipótese para outras ocasiões especiais. O atendimento também é atencioso, sem ser chato (essencial) e no fim só nos ficou uma dúvida: porque raio o logótipo do hotel impresso em tudo é HP se o hotel é de Santa Justa e o restaurante se chama Elevador?

 

Facebook - Maria das Palavras

 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

10 comentários

Comentar post

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D