Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

16
Nov15

O Flagelo da Foto de Perfil

Maria das Palavras

Note-se que flagelo não foi que as pessoas pintassem as cores da bandeira em cima das suas carinhas larocas, mas o facto de o fazerem sendo tão pouco "charlies" que não admitiram que eu pudesse desabafar no Facebook que mudar a foto de perfil não traria paz ao mundo. Incoerências. Todo um sururu porque eu estava a ser implicativa, provocativa e parva*. Deus me livre achar que pintar a foto é um exercício inútil ou expressar isso. Troquem-se os cravos vermelhos pelas balas que deviam estar nas armas e fuzile-se a Maria, que acha que pode ser livre de dizer o que quiser (muito menos verdades: mudar a foto de perfil não faz nada). Não fui vil, nem exagerada, nem ofensiva, disse só que paz dali não vinha.

Facebook - PrayforParis

 

Agora assentemos ideias. Eu percebo bem a ideia por trás da foto de perfil viral. Não sabemos como ajudar, assola-nos um sentimento de impotência e de alguma forma queremos sentir-nos bem conosco próprios, fazendo parte de um movimento que passa uma mensagem. E sim, é por nós. Nenhum terrorista se comove, nenhum familiar de uma vítima se consola. É o nosso tapinha nas costas. Percebo, juro. Não o faço em fotos de perfil, mas faço-o de outras maneiras. O que nos move é o compreensível sentimento de medo. Restam-nos ações como mudar a foto de perfil ou escrever sobre isso. E esperar que o mundo se torne um mundo melhor, começando à nossa escala. E, independentemente de qualquer teoria: mal não faz. Como mal não fez que me dissessem - de forma educada - que não gostaram da minha reflexão.

 

There there GIF - Sheldon Copper | Big Bang Theory

 

Acho, por exemplo, mais importante fazê-lo (e não faço na mesma, porque posso escolher) quando se tratam de fenómenos para os quais temos de chamar a atenção. Nunca ninguém ouviu falar do cancro da cutícula da unha do mindinho? Mudemos todos a foto de perfil para as cutículas de unha para tornamos mais pessoas conscientes desta desgraça. 


No caso das guerras e ataques terroristas, de mudarmos todos a foto de perfil de acordo com a tragédia mais fresquinha (nos países da zona nobre, entenda-se), além de não aderir, faz-me um bocadinho de confusão: admito. É que mesmo com diretos 24/7 nós sabemos tão pouco sobre o que se passa no mundo. Sabemos tão pouco sobre o que é correto ou não. Pronto, explodir inocentes podemos dizer à partida que é mau. Mas dois dias depois é a França a bombardear. Já não é terrorismo? É justiça? Ou é vingança? O argumento "foi ele que começou!" que não permitimos ao irmão mais velho que bate no mais novo, pode ser usado por países? Morreram culpados ou inocentes? E que outras movimentações geo-políticas estão por trás disto? Que outras mortes em cadeia (e onde) mereciam esta nossa atenção e não a têm, porque só sabemos o que nos querem deixar saber? O que estamos de facto a apoiar quando nos pintamos de França? Não tenho respostas. Sei quase nada. E a ignorância é tão perigosa, que me recuso a agir em cima dela. Mas isso resulta em inércia. Depois no sentimento de impotência que nos faz mudar todos as fotos de perfil. Um ciclo vicioso. E nenhuma solução clara. 

 

Ignorance is a menace t peace.

 

O que me vejo a defender é que sabemos de tão pouco do que realmente se passa no mundo que só há uma cor verdadeiramente segura para pintarmos a cara: o branco da paz**. Tendo consciência disso, cada um é livre de dizer ou fazer o que quer. Só não se aleijem.
E eu, que não rezo, dou por mim a pedir que alguém que saiba mais que eu, faça melhor que eu. 

 

#prayforparis
#prayforpeace
#prayforprofilepictures

 

 

----------------

*sou essas todas em alturas alternadas em vários momentos do dia.
**não me venham acusar de racismo, sabem bem o que estou a dizer, é branco da pomba, não é a pseudo cor-da-pele, que essa é toda uma caixa de lápis de cor..

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D