Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

15
Set17

Não preciso de ninguém.

Maria das Palavras

Não sou de sentir saudades (não sou mesmo). E vivo bem sozinha. Acredito que sou ligada à família, que me mantenho perto dos amigos (e a distância pode ser encurtada de muitas formas) e que fico com o Moço por opção. É uma escolha,  não uma necessidade. Porque me basto e sozinha me bastaria, isolada do mundo, se assim tivesse de ser. 

 

Não preciso de ninguém, digo eu para mim o dia todo. E depois deito-me e aninho-me nos braços dele, senão a noite é só escuridão.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

31
Ago17

Quatro e Meio mais Um*

Maria das Palavras

quatro e meio de maria e moço.jpg

 
Viagens. Conversas. Amuos. Jantares. Carinhos. Discussões. Mensagens. Filmes. Colo. Injustiças. Jogos. Gargalhadas. Estórias. Histórias. Amigos. Família. Casas. Desejos. Mudanças. Livros. Séries. Distância. Humores. Olhares. Sestas. Festas. Festinhas. Birras. Beijos. Amor.

*Porque sou distraída com datas.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Ago17

Dois dedos de conversa #78

Maria das Palavras

Moço: Estás a falar daquela rapariga muito feia?

Eu: Não! Olha, é esta. [mostrando a foto no Facebook]

Moço: Pois, a feia.

Eu: Oh, Moço, honestamente! A rapariga não é feia, é normalíssima! Aliás, se ela é muito feia, eu também sou. Está mais ou menos ao meu nível.

Moço: Maria...[pausa dramática]...mulher nenhuma está ao teu nível. 

 

In your face, Giselle. 

 

Giselle says: WHAT!?

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

04
Ago17

Num dia como outro qualquer.

Maria das Palavras

Ele disse: vamos sair para jantar.

Tínhamos muito que fazer. A casa desarrumada, comida por fazer para os dias seguintes (ao menos pôr qualquer coisa a descongelar?), uma máquina de roupa por estender, assuntos para tratar à secretária, muito trabalho.

 

Vamos sair para jantar. Assim.

Sem olhar às consequências do que fica para trás, sem fazer contas ao orçamento mensal, sem plano de onde seria o tal jantar.

Sentámo-nos à beira do muro, à beira da praia e ele ficou a olhar para mim como se eu fosse novidade.

 

Às vezes tenho saudades dos nossos primeiros encontros cheios de formigueiros, em pequenos gestos. Outras vezes não tenho, porque estamos lá outra vez. Estamos a entardecer quentes de sol e de amor e ainda nem sabemos onde vamos jantar. É como há 4 anos e meio: não temos certezas, só vontades.

Dali a pouco o sol vai iluminar o outro lado do mundo enquanto jantamos, dormimos e os dias recomeçam, parecidos uns com os outros. Nós vamos atarefar-nos com as minudências dos dias. E de outra vez qualquer ele dirá o mesmo: vamos fugir. 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D