Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

14
Ago15

Alguém bateu com a cabeça

Maria das Palavras

E foi uma pessoa que trabalha num portal de casamentos e contactou a pessoa menos habilitada a falar sobre o assunto para dar uma achega sobre o matrimónio (eu). Desculpa-mo-lo porque deve ter lido o meu texto que diz que afinal o casamento é outra coisa e, tal como o Moço (é verdade) pôs-se a pensar que afinal eu até queria casar e sabia falar sobre isso.

 

Conclusão: ri-me, mas respondi educadamente, como me ensinaram os meus pais. Disse que só sei de casamentos do ponto de vista de uma convidada (e amiga). Mas eles, que certamente conhecem o meu ponto fraco, tentaram-me com algo ao qual não sou imune: bajulação. Ah e tal, que gostavam muitos dos meus artigos e têm bloggers convidadas e tal e posso escrever um texto do ponto de vista que me aprouver e colocar links para a minha casa-mãe. Opa! Elogios, divulgação do meu blog e liberdade editorial? Vamos a isso.

Claro que a divulgação do meu blog vai ser provavelmente junto de um público (as noivas) que vão odiar o meu pragmatismo face à coisa, mas tomemos isto como um desafio pessoal, o que acham? Se acham mal, parem de ler agora, mas aviso já que vem aí borla!

 

Zanyou Weddings - Magazine

 

Então, estamos a falar da Zankyou, que é, segundo consta, o maior portal de casamento da Europa, onde se pode: (1) ler a web magazine para onde vou contribuir com um textinho à-la-Maria, (2) criar websites de casamento e (3) listas de presentes onde existe para cima de tudo e mais alguma coisa (inclusivamente opções solidárias e ecológicas...ecólogicas!?).

 

Para os leitores aqui da Maria, que estejam a pensar dar o nó (digo isto em tom fofinho e não a pensar numa forca) uma mensagem especial: podem criar o website gratuitamente e ter um desconto na lista de presentes online com o código ZKYMDPPTDL0116 .

 

Sigam o link para verem como funciona, se vos interessa, e saibam que vos será cobrada uma comissão de 1,75% sobre o valor dos presentes e 0,7€ de taxa fixa por transferência, em vez dos 1,85% e 1,15€ que cobram aos restantes. Basta porem o código acima quando fizerem o website, ou caso já tenham, enviarem com o contrato de casamento. Depois não venham cá dizer que nunca vos dei nada! E não, parte nenhuma desta comissão vem para mim (mas eu não me faria de rogada).

 

Depois partilho convosco o artigo que escrevi para a magazine. Avanço já que me diverti muito a fazê-lo – mas não sei se as moças lá do portal vão achar graça...

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

17
Jul15

Eu só queria mesmo era pagar, pode ser?

Maria das Palavras

Caixa Registadora - Pixabay free images

 

Precisava de um apontamentozinho para fechar o look para o casamento de amanhã. Como tenho a mania que sou rica fui à Accessorize, que ao menos estava cheia de promoções. Menos mal, pensei eu. Nem sabia o quão enganada estava. Peguei rapidamente no que eu queria (ao preço que gostava) e fui para a caixa.

 

A senhora olha-me firme e rejeita-me o produto: Não, não faça isto! Leve mais coisas que se comprar quatro artigos tem desconto de 50%!
Eu digo que não, obrigada, mas ela insiste: Qualquer artigo conta! Mesmo muito barato ou já em promoção!


Abstive-me de dizer que nada ali é "muito barato" e dei meia volta. Andei pela loja toda, Moço atrás (paciente como tem de ser, porque eu aturo-lhe muito mais as voltinhas nas compras do que ele as minhas). Lá acabei por escolher uns cacarecos quaisquer que sei que preciso sempre (ganchos para o cabelo e elásticos) e um par de cuecas em promoção, daquelas rendadas para não desabituar os vizinhos.


Vou para a caixa novamente. Avanço os quatro artigos. Ao início parece estar tudo a correr bem, mas ela detém-se nas cuecas:
Ah, não leve só estas cuecas! Temos uma promoção se levar três artigos de lingerie, oferecemos o mais barato.

Fartinha de estar ali (não represento nada em a espécie de gajas que adoram compras, se pudesse fazia tudo online), pergunto-lhe: isso acumula com a promoção dos 4 artigos a 50%? 

Ela responde: não. Mas posso registar à parte!! Vá lá buscar.

Ainda olhei por mim abaixo para tentar perceber se tinha papéis a sair da mala ou do bolso, por exemplo, que ela pudesse confundir com aqueles livrinhos de talões de desconto que algumas pessoas colecionam religiosamente, sempre sôfregas por promoções, mesmo de coisas que não costumam comprar (tipo mulheres solteiras a comprar creme de barbear Nivea só porque está com 30% em cartão). Nada.

Tive de pegar na minha confiança e assertividade em bloco e dizer: Não quero mais andar a zanzar a loja. Eu só queria mesmo era pagar, pode ser?

Nunca pensei vir a dizer isto...

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D