Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

03
Dez17

E apesar de parecer a coisa mais triste do mundo, não é nada disso.

Maria das Palavras

Sempre usei a imaginação como um entretenimento próprio. Ao deitar-me imaginava os sonhos que queria ter. Forçava-os à minha (in)consciência. E nesses sonhos cumpria os meus desejos. Aconteciam todas as coisas que eu esperava que acontecessem no dia seguinte, na semana seguinte, no ano seguinte. Como no guião de um mau filme, tudo batia certo e qualquer adversidade era prontamente resolvida, só existindo para tornar mais saborosa a conquista. 


Hoje em dia deito a cabeça na almofada e não encontro com o que sonhar. Não que tenha chegado ao auge da felicidade ou que tenha perdido esperança nos feitos por concretizar. Mas não há efetivamente algo de palpável no amanhã que eu queira. 

Parece que perdi os sonhos, mas o que aconteceu foi que aprendi a apreciar a realidade e não desejar uma coisa diferente, mesmo quando o presente é uma coisa assustadora, incerta, dispensável, a melhorar. Não resolvo a vida com sonhos.  

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Mar17

Quem é de Leiria saberá.*

Maria das Palavras

O meu desejo de aniversário era voltar ao Mega Hambúrguer (que já não existe) e comer um hambúrguer duplo no prato com batatas fritas e molho cocktail como só eles faziam (mesmo que fosse uma valente porcaria). Depois dividir o waffle redondo com gelado de morango e chocolate. Contigo.

 

*Ou era, que isto já terá fechado há uns bons anos.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

02
Jan17

Não precisam ler este post.

Maria das Palavras

Eu sei que não vos interessa, porque por entre os blogs e o Facebook pessoal toda a gente já fez os seus balanços do passado e declarou os seus desejos do futuro. Fartinhos disso devem andar vocês (e eu). Este é um texto que vocês não precisam de ler, mas eu preciso de escrever. 


Ontem foi um dia calmo, a dois. Demorá-mo-lo o mais que pudemos. Não quis ir ver o mar, nem o céu, ficámos só a ver o mundo um do outro. Não temos esta oportunidade muito frequentemente e talvez fosse o meu primeiro desejo do novo ano. Na minha cabeça não foi tudo tão tranquillo e senti a pressão de um dia que tinha de ser perfeito para lançar os outros 364. Sem ser supersticiosa ou acreditar em sinais, pedi ao Moço que expulsasse a mosca do quarto para não servir de mau agoiro a 2017. Quis ver filmes que não acabassem mal. Ainda assim, as coisas que me preocupam vieram ter comigo uma por uma. Não estavam de saída no ano velho. E passei o dia a aceitar que sabia isso e não faz mal.  A única coisa que espero de 2017, verdadeiramente, é que não seja pior que 2016, morram os famosos que morrerem. Se assim for, na próxima passagem de ano também bato com os tachos. 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

29
Dez16

O cinismo dos 30

Maria das Palavras

Quando meio mundo estás nas mãos do Trump e outra metade nas do Putin (e de forma geral qualquer coisa pode explodir em qualquer lugar a qualquer hora) vale mesmo a  pena investir tempo a desejar paz e amor no ano novo?...Também duvido que desejos engolidos com passas afetem os resultados das análises e ponho de parte a saúde. Tudo o resto, a um micronível, depende um bocadinho de nós (aquilo do emagrecer e do ler mais e o ligar mais aos amigos e à família). Acho que desta vez me fico pelas coisas mundanas, como desejar um verniz que não estale enquanto lavo a loiça ou uma temporada de Game of Thrones onde as pessoas voltem a morrer que nem tordos em vez de ressuscitarem que nem Cristo ao terceiro dia. E claro, batata frita.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds