Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

05
Jan17

Passatempo: Jantar no Burguer O'Clock

Maria das Palavras

Passatempo Maria das Palavras Burguer OClock.jpg

 

Lembram-se de ter partilhado convosco a experiência de jantar em família no Burguer O'Clock, um restaurante em Sesimbra escolhido pela minha irmã?  Elogiei a comida, mas sobretudo o serviço. E, mais tarde, por causa desse meu texto, o Pedro (que nos tinha atendido) foi premiado como empregado do mês e recebeu uma prenda e tudo. Fiquei comovida com o facto de ter desencadeado tal gesto e prometi voltar. E vocês, querem ir lá?

Aproveitam para dar uma volta em Sesimbra e fazer uma refeição no Burguer O'Clock. Sim, porque é o que estamos a oferecer! O jantar é para duas pessoas (sujeito a marcação com a Burguer O'Clock) e tem direito a uma entrada para dividir, dois pratos principais à escolha e bebida. 

 

Só têm de seguir estes passos, até 22 de janeiro:

 

1. Devem ter like nas páginas de Facebook Maria das Palavras (esta) e Burguer O'Clock (esta)
2. Devem fazer like neste post de Facebook e identificar um amigo (ou mais) que seja um comilão
3. Devem preencher o formulário abaixo (ou aqui)
 

 

No dia 23 contactarei o vencedor selecionado aleatoriamente no Random.org por entre todas as participações válidas e este receberá um Voucher da Burguer O'Clock que deverá usar consoante as instruções (e dentro da validade que tenha). Participem e aproveitem para passear e conhecer Sesimbra (se não conhecem já) que é uma cidade linda à beira-mar plantada e petiscar em bom nesta hamburgueria (que tem mais pratos que hambúrgueres, vejam aqui!). 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

10
Ago16

Um ESPETAculo de jantar...

Maria das Palavras

Enquanto me perdoam o trocadilho, se não se importam, vou colocar uma banda sonora à maneira e depois mostro-vos em que constou o jantar temático do último Sábado. 

 


E pronto, se já puseram o Rui Miguel a dar o mote, o tema não é segredo: espetadas. Ah, já estava explícito naquela piada deliciosa do título?...Ou com a maravilhosa música (por favor oiçam o refrão)...Não?...

Pois que tinha dez bocas para alimentar e uma tarde para cozinhar (ok, à tarde estive a ver Uma Família Moderna enquanto me escondi do calor, mas preparei algumas coisas antes). Para tornar a coisa mais interessante, porque fazemos isto regularmente, rodando o anfitrião, decidi arranjar um tema. Pensei no tema: frango assado da esquina com empadas da Padaria Portuguesa e batatas de pacote (pertinente ainda assim e do agrado de todos), pensei no tema tupperware (e cada um trazia o  seu) mas acabei por me entusiasmar e fazer tudo em torno do pau. Salvo seja. 


Mostro-vos parte do menu para salivarem (apesar de ser tudo muito simples saudável, dentro dos possíveis) e quem sabe, para se inspirarem para um qualquer jantar em vossa casa. Não sou nenhuma fada do lar, mas a coisa até correu bem (entre pesquisa no Google e invenções) - a não ser que os meus amigos sejam mentirosos e eu tenha o palato avariado.

 

cogumelos.jpg

 

Talvez não comecem já a salivar visto que..isto são só cogumelos crus. Pronto, confesso, tirei muitas fotos ao início, mas nem tanto com as coisas prontas. As entradas foram estes cogumelos no forno temperados com sal, pimenta, alho e regados com azeite. Mas também umas espetadas de queijo mozarella com tomate cherry e manjericão que tristemente foram feitas em cima da hora não viveram o suficiente para verem o flash da máquina. 

 

espetadas peixe.jpg

 
A estrela da companhia foram as espetadinhas de peixe caseiras: salmão, perca do nilo, bacon em fatias que enrolei e pimento verde e vermelho. Mais uma foto tirada antes de ir ao forno, claro. Agora nunca vão acreditar que não queimei tudo. Só prometo que não servi isto em sushi. Como eram dez espetadas bem contadas para dez pessoas (qu'isto o peixe é caro, melher!) fiz também umas lulinhas guisadas. O acompanhamento foi um puré de batata doce que fiz na Gabriela (nome carinhoso da Bimbycá de casa) e como é super rápido e fica bom acho que se vai voltar a repetir rapidamente cá em casa. 

 

espetadasfruta.jpg

 

A sobremesa envolvia gelado com molho de chocolate e canudinhos de bolacha, mas para não perder de vista o tema (e a aura de saúde) mostro-vos só as espetadas de fruta: uvas, melão, abacaxi (seria ananás?), morangos e framboesas. Estou a escrever e a salivar por uma espetadinha destas...adoro fruta já preparada (sim, esta fui eu a preparar por isso não tem tanta graça).

 

pudimmirtilos.jpg

 

Aqui não há nada espetado, mas espeto aqui com a foto na mesma, só para verem que não fui mesmo uma maluca obsessiva com o tema...mais ou menos. É um pudim de mirtilos, mas feito com iogurte e gelatina, como já expliquei aqui. Isso e porque gostei da foto. Para subir o nível da sobremesa (como se as sobremesas tivessem algum nível importante - para além do de glicemia) juntei mirtilos frescos e acachapei-lhe três folhinhas de manjericão ao centro. 

E antes que perguntem: sim, houve sobras:

 

sobras_espetadas.jpg

 

 

Sigam-me no Instagram - @maria_das_palavras e no Facebook aqui.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

03
Set15

O pesto que deu molho

Maria das Palavras

Os cunhadinhos vieram cá jantar e achei que era a oportunidade perfeita para experimentar fazer aquele molho pesto que tinha comprado. A embalagem era de ervas secas e era suposto fazer o molho fervendo água com as ervas até evaporar e juntando azeite q.b.

Cheirava deliciosamente. Na brincadeira, fui à sala e disse-lhes que cheirassem as ervas:

- Vejam já se não cheira tão bem. Aproveitem que eu ainda posso fazer asneira e depois já não cheira assim.

 

Toda pimpona volta para a cozinha para equilibrar pratos. Uma fada do lar (não, não, Moço, não preciso de ajuda, faz só a salada e vai ter com eles que tenho tudo controlado). Carne com mix de vegetais a fazer na chapa, botar as ervas num tacho, tagliateli a cozer no outro. 

A água da massa nunca mais fervia e mudei-a para o bico maior do fogão. Nisto, mudei o tacho das ervas para onde estava a massa, para fazer depois no fim.

 

Continua a grelhar a carne na chapa aos poucos, quando começo a sentir um agradável aroma ao pesto.

É mesmo bom, penso eu, fechado no tacho e vem aqui o cheiro

O cheiro era mesmo muito intenso e já quase não parecia pesto, já parecia ganza...

Fui até ao tacho das ervas que estava...acidentalmente ao lume. Quando movi o tacho da massa não desliguei aquele bico e as ervas ficaram literalmente a queimar.

Puxei o tacho mais para ao pé de mim, mexi um pouco para encontrar ervas pretas depois de uma fina camada enganadora de pesto verdinho que já não dava para nada.

 

Improvisei um molho de tomate para salvar o jantar.

Agora quero ver o que vou improvisar para salvar a outra asneira.

 

Os bicos do fogão depois do incidente do pesto - Maria das Palavras

 



Aparentemente quando puxei o tacho para ver o estado do incêndio florestal do pesto, pousei o tacho muito quente por uns segundos em cima de dois botões do fogão. Que derreteram...

É caso para dizer que não fiz molho de pesto. Apesar de o pesto ter dado molho.


PS: Sim, o fogão ainda estava todo sujo quando tirei a foto: não julguem, aceitem.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds