Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

11
Jun18

Veículo de Substituição

Maria das Palavras

O Moço comprou pela primeira vez uns ténis (na verdade, agora voltei a dizer sapatilhas) da Skechers. Ele que tem uns pés mais problemáticos que o governo italiano viu-se calçado com algo que não o magoava de maneira nenhuma e de bónus ainda era muito confortável. Isto, pela primeira vez em muito tempo. 


Foram comprados há pouquíssimo tempo mas ele usa-os non-stop, como aquelas crianças que vão para o ballet e até querem dormir com os seus sapatos de pontas e tutu, desprezando todas as outras opções da sapateira. Talvez por isso, estão a descolar num dos lados. O que apesar de tudo não é muito aceitável para o preço e tempo de uso. Pelo que, mesmo sem encontrar o talão da compra, fomos à loja para ele perguntar o que se podia fazer. 

 

A senhora, muito solícita, explicou que mesmo sem talão poderia deixar na loja os sapatos e um comprovativo bancário do movimento de compra, para apresentar a reclamação, enviariam tudo para a central e em alguns dias teria resposta.


E pergunta ele, muito apreensivo: 

- E dão-me outros para andar enquanto avaliam a reclamação?

 

 

 

Pretty Please

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

12
Nov15

Não sou a única tonta da família #9

Maria das Palavras

Loja (imagem Pixabay)

 

Vou com a minha irmã a uma loja meio snob - tem mesmo de ser ali, mas sabemos que não pertencemos naquele espaço. 
Contra todas as expectativas a senhora da loja trata-nos como princesas, explica tudo o que temos de saber sobre o que fomos comprar, ajuda a ver alternativas e no fim, enquanto faz a conta, ainda detalha as características num papel e coloca junto às nossas compras, para se certificar que fazemos bom uso.


A despedida é cheia de palavras simpáticas, boas tardes, boas sortes e sorrisos.

 

Vamos as duas até ao carro a comentar, supreendidas, o calor com que nos atenderam. Normalmente assistência a mais chateia, mas naquele caso era imperativa e a senhora foi tudo o que nem sonhávamos que ia ser. Decorreram uns bons minutos de conversa e quilómetros de caminho.

 

Até que ela me diz:

 

- Nem reparei quanto é que TU pagaste, depois tens de me dizer.

Eu esbugalho os olhos:

 

- Eu? Não foste TU que pagaste?

 

Certo, ninguém pagou.
Algures entre a vergonha e o riso a bandeiras despregadas voltámos para trás. A senhora quando nos vê diz de sorrido cândido:

- Então, outra vez por aqui meninas?
- Pois...desta vez viemos pagar.

 

A experiência da ida à loja snob foi portanto uma aprendizagem. Excelente atendimento e sem obrigatoriedade de pagar. Há poucos sítios assim, há. Vá, SONAE, põe os olhos nestas promoções. Quais 50% em cartão, quais quê.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D

subscrever feeds