Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

20
Mar17

Chamei pela minha mãezinha.

Maria das Palavras

Não vos cheguei a contar. No fim-de-semana em que tinhamos basicamente de encaixotar toda a casa de Lisboa (sem falta) recusei qualquer ajuda. Nem era carregar as coisas, era só mesmo reuni-las. Quão difícil poderia ser? Muito. 

Quando chegámos as 20h de Sábado e tinhamos esvaziado exatamente uma (UMA!) divisão comecei a entrar em pânico. Fui até à cozinha beber um copo de água e e quase lacrimejei a pensar nessa divisão - a mais temida - onde nem saberia por onde começar para não partir tudo. 

Tenho algumas caraterísticas incompatíveis: sou muito independente e gosto de fazer as coisas sozinha. Por outro lado, não tenho paciência para nada detalhes (como acondicionar cada prato) ou esperar que as coisas que levem o seu tempo a arrumar...levem efetivamente o seu tempo. E tempo era coisa que nem sequer tinhamos. Creio que foi quando disse esta tolice inexequível em voz alta que o Moço me disse que tinhamos de pedir ajuda e mai'nada: Vamos deixar cá tudo e comprar as coisas novo.

 

Liguei ao SOS. A minha mãezinha. E de facto quem tem uma mãe tem tudo, mas quem tem a minha tem mais.

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

18
Mar17

Alfacinha ruma a norte #5

Maria das Palavras

Estou de volta. O tempo de passeio acabou e definitivamente o descanso também: agora há uma casa cheia de caixas com milhares de coisinhas para por no sítio. Já que ouço falar da simpatia das gentes do norte (e comprovo)...há voluntários para ajudar? Não?... 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

01
Mar17

Encaixotados.

Maria das Palavras

No Domingo à noite acabámos de fechar em caixas todas as coisas da nossa vida e saímos da casa dos últimos anos. Eu vim para Espinho, para a morada provisória. Ele ficou em Lisboa, mas já se mudou lá também para a morada provisória, para onde ia nesse dia logo depois de ver o jogo do Porto.

 

Quando cheguei disse-lhe: já estou em casa. Ele respondeu: eu também.

Mas sabem o mais engraçado? Nenhum de nós estava. Nenhum de nós está. 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Jun15

A minha casa

Maria das Palavras

Foi há um ano que nos mudámos para a nossa casa, dizes-me tu. 
E não é que não me pudesse ter lembrado eu que foi neste dia que trocámos as quatro paredes velhas do meu T1, onde te emprestava uns centímetros de cama pequena, pela nossa casa nova pintada de fresco e com um colchão à medida dos nossos sonhos.


É que a minha ultima mudança não foi de morada, foi para dentro do teu peito.

É em ti que me alimento, que me lavo, que descanso. A minha casa és tu.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Também escrevo pr'áqui





blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D