Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

30
Dez15

As Passas (ai, passas!)

Maria das Palavras

Passas (imagem Pixabay)

 

Sou capaz de já vos ter dito que começar o ano a comer passas - uvas podres, portanto - e achar que isso trará sorte, para mim faz pouco sentido. Ainda se fosse uma frutinha fresca e suculenta, lá se daria o toque de partida certo... Mas como não sou minimamente supersticiosa ou capaz de acreditar em algo que não possa apalpar (o que às vezes é uma pena, porque bem me dava jeito bradar aos céus e esperar milagres que punha na mão de qualquer entidade), não como as passas - nem outra fruta mais vitaminada, nem peço desejos. 


Para mim as 12 passas são antes as 12 coisas do ano anterior que eu quero que passem:

#passa depressa radicalismo (de qualquer um dos lados) que leva à guerra e à instabilidade (dentro e fora do país)

#passa já ò desemprego (de gente que quer e merece, que não é igual a gente pseudo-qualificada)

#passa moda das campanhas de beleza "real" (às vezes não são reais, às vezes não são desejáveis) 

#passa preguiça, a ver se mexo o rabo e meto em qualquer coisa fit antes da fase da decadência

#passa lá, mania que eu tenho de escarafunchar a cara à procura de borbulhas

#passa tempo, até ao dia em que aquilo que eu cá sei (x2) está resolvido de uma vez (com futuro lançado e presente risonho)

#passa falta de "disponibilidade" para viajar

#passa lista de livros para ler (sê devorada e substituída por novos)

#passa sempre chuva e vento, deixa só o frio moderado da mantinha e do chá mais um pouco

#passa inércia desgraçada, que me faz adiar sempre pôr creme na cara ou no corpo (ponho sempre amanhã, que hoje não tenho tempo)

#passa incerteza que não me deixa fazer os planos que eu gosto

#passa lá ano velho e traz novidades que eu nem espero (podem ser todas boas?)

 

Não se acanhem. Deixem as vossas #passas.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

04
Nov14

Rai's parta as passas

Maria das Palavras

Não basta a perseguição que nos fazem na passagem de ano, ainda têm de me minar o Dia do Bolinho.
Como contei, na minha terra (e no meu tempo) o 1 de Novembro é o Dia do Bolinho e é com essa premissa que pedimos doces às tias - que aqui não são as queques de Cascais, mas as velhotas simpáticas que sabem amassar bolos. Reza a tradição quer eram bolinhos ou merendeiras que se davam nesse dia, mas felizmente já na minha altura eram mais doces.

Ainda assim, quem sabe fazer bolinhos, fá-los nessa altura: broas de mel, merendeiras de noz, bolinhos de abóbora ou batata...
A minha mãe veio a Lisboa e trouxe-me um saco cheio deles, de várias origens (várias tias).

Problema? As passas. As malditas passas que me transformam num esquilo a desfazer cada bolinho aos bocados para não provar nenhuma. Quem as ache boas, que as coma. A mim estragam-me a experiência desta deliciosa broa de mel a acompanhar o chá da tarde.

bolinho.jpg

 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds