Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

31
Jul17

O dia em que fiz uma cena de filme na estação de comboio.

Maria das Palavras

Vi-a ao longe. Os meus olhos brilharam.

Olhei para o relógio. Três minutos para o meu comboio chegar. Tinha de dar tempo.

 

Levantei-me e comecei a correr na sua direção.

Ela fez o mesmo do lado de lá da linha, os nossos olhos divididos entre o caminho a percorrer e a inevitabilidade de ver onde ia a outra.


Descemos as escadas em direção ao túnel e foi bem a meio que finalmente nos cruzámos.

 

Era a minha irmã. Trazia na mão um daqueles gelados da feira para mim. 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Nov16

Querem primeiro as boas ou as más notícias?

Maria das Palavras

As boas?
Finalmente o livro do Afonso Cruz apareceu
Estava de facto em casa dos meus pais, depois de a minha irmã o ter levado emprestado há meses.

 

As más? 
Foi encontrado assim.

 

afonsoecnontrado.jpg

 

[Ou pelo menos foi esta a foto que recebi da minha irmã, juntamente com a mensagem "O livro do Afonso Cruz não queria ser encontrado. Lamento mas cheguei a casa e encontrei-o assim...Devias ter deixado o assunto em paz. Ele não queria voltar para Lisboa..."]

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Out16

O jeitinho (inexistente) que eu tinha para as quadras

Maria das Palavras

Encontrei no baú este conjunto de quadras com muuuuitos anos que prova duas coisas: sisters will be sisters e eu já começava a pensar no Natal com bastante antecipação (nem me controlava para dar "a prenda" - embora a qualidade da mesma possa ser duvidosa).

 

poema irma.jpg

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

14
Ago16

Não sou a única tonta da família #16

Maria das Palavras

A minha irmã acabou de me ligar. Nas suas palavras, tinha de me contar algo enquanto a minha mãe se lembrava do que tinha dito e não podia negar: já estão a achar que vai ser bonito certo? Eis o que ela relatou: 

 

A minha irmã falava de como em determinado grupo de amigos, nem todos entendiam quando estava a gozar ou a ser irónica e a minha mãe decidiu explicar-lhe que era normal, porque nem toda a gente tnha tido a educação dela.

Irmã: O que queres dizercom isso?

Mãe: Nem toda a gente cresceu com uma irmã assim parva.

 

(sim, eu)

 

Parece que depois ela tentou emendar que era "parva no bom sentido", claro que já a mai'nova estava de dedo no gatilho (leia-se telemóvel) para dar a boa nova. 

Só me lembrei disto, acerca de como as pessoas próximas podem ser honestas:

 

Imagem: http://incrivel.club/admiracao-curiosidades/18-mensagens-de-cinicos-profissionais-82760/

 
A verdade é que - apesar de neste caso a minha mãe nem ter dito o que disse como um insulto - concordo: as pessoas mais próximas devem ser honestas (mesmo que tenham cuidado com o tom em que dizem as coisas). Isso ou...os meus amigos não têm sorte nenhuma em ter-me por perto...

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds