Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

19
Jul17

5 Tipos de Pessoas no Supermercado

Maria das Palavras

5 Tipos de pessoas às compras - Maria das Palavras

 

A minha querida Lupa saberá identificar mais 50 tipos delas, mas estas são as que me tiram do juízo. No fim quero que me avancem qual a que gostam menos, se são alguma delas, ou que outras coisas vos tiram do sério a cada visita ao supermercado. Vamos lá?

A nervosinha do tapete

Vou confessar: foi esta que inspirou o post. Estava na fila, já a colocar as coisas no tapete. Como a divisória que diz "próximo cliente" não estava ainda disponível deixei uma distância bem simpática entre as as coisas da senhora da frente e comecei a pousar as minhas. Logo aí senti que ela ficou nervosa. Olhava para as minhas compras, olhava para as dela. O pânico que a operadora de caixa achasse que os guardanapos de rolo - a meio metro das compras dela - lhe pertencesse e tivesse de os pagar instalou-se completamente. Ou talvez fosse pânico que eu lhe ficasse com a embalagem de cenouras que escolheu a dedo. Seja como for: suores frios. Assim que possível, quando a operadora de caixa terminou de registar os produtos do outro senhor à frente dela, fez um salto de atleta olímpico para o separador e colocou-o vitoriosamente no espaço entre as minhas coisas e as dela, rematando com um olhar de "vês como é que se faz?" dirigido a mim. Isto passou-se em poucos segundos mas senti que para ela foi uma tragédia grega em slow motion. Por isso contive o riso.

 

giphy (1).gif

 

A apalpadora de fruta

Literalmente, pessoal, não sejam ordinários. esta pessoa vive na secção dos frescos e legumes e quase a ouvimos a estalar os dedos antes de estacionar o carrinho à beira das courgettes para começar a sua jornada. Com ar de especialista e de saco em punho faz um jogo de toca e foge com cada peça de fruta. Não escolhe uma ameixa sequer sem tocar em pelo menos 70% das que estejam disponíveis. Não raras vezes, sai de mãos a abanar. "Nunca tem nada de jeito" diz ela a quem quer ouvir, "naquele supermercado a fruta está sempre toda pisada". E nem pensa que foi porque ela a cutucou toda no dia anterior. 

 

giphy (2).gif

 

A louca dos talões

Se acham que é um grande azar quando a fila para pagar pára por questões técnicas, faltas de preço em produtos ou tremores de terra em curso, é porque nunca se cruzaram com a verdadeira louca dos talões. Apesar de ter os milharzinhos de vouchers em pastas ou numa bolsa específica que anda sempre com elas, está lá de tudo o que recolheram e recortaram, de todos os supermercados da área (e alguns que nem existem num raio de 100 km). Portanto primeiro tiram os do supermercado errado, depois querem usar os que já expiraram e a seguir pedem à menina para os experimentar todos, por favor, mesmo que ela insista que aquele cupão só é válido em alface e a coisa mais parecida com vegetal que tem é uma pizza congelada com pimentos em cima. Mesmo quando se acabarem os cupões não vale a pena respirarem fundo: falta levar os selos dos copos, sim?

 

A louca dos cupões

 

A acumuladora de fila

Deixam-na passar à vossa frente porque só leva uma embalagem de Panrico e vocês foram aviar-se (quem usa esta expressão?). De repente ela pergunta se guardam o lugar e vai buscar umas latinhas de atum. A seguir volta, pousa e vai buscar amaciador da roupa. Depois, ainda enquanto espera, pede desculpa, mas lembrou-se que precisa de sabonete líquido. E quando dão por ela, têm à frente uma pessoa com o supermercado inteiro por pagar. Mas muito a sério: começou com um produto na mão e acaba com um carrinho cheio que podia alimentar África.

 

A esfomeada

Eu. Claramente, eu. Alguém que passou mesmo só para ir buscar a manteiga que se acabou, mas decide passar naquela hora crítica antes do jantar. Resultado: traz TUDO o que consegue alcançar com a mão das prateleiras. Especialmente se for comestível. Especialmente se for doce.

 

Vou comer doces ao jantar...

 

Tudo se torna "aquilo que eu não como há tanto tempo" ou "aquilo que sempre quis provar". E quando, arrependida de todas as porcarias que trouxe, começa a arrumar as compras em casa, lembra-se: não trouxe manteiga!

 

Bater na testa

 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

11
Mai15

5 Tipos de Pessoas que Frequentam o Metro

Maria das Palavras

As personagens que se passeiam pelo metro não se limitam de forma nenhuma a estas cinco. Mas estas conquistam-me pela sua peculiaridade. Não se coíbam de acrescentar os vossos favoritos, se faltam na lista.

 

Metro de Lisboa

A Raça Superior

Vão sempre a ler, nem que o livro esteja de pernas para o ar. Nem que o metro esteja tão cheio que é impossível virar a página e tenham de ler sempre o mesmo parágrafo durante 40 minutos. Lêem mesmo que o metro esteja com perturbações e as luzes se apaguem. Lêem por vezes o mesmo livro durante vários anos. Mas ocultam-no atrás de capinhas de pano com padrão.

Os Inseguros
Quando entraram na carruagem aproximaram-se do mapa do percurso e contaram as estações. Sentaram-se. E a partir daí voltaram a levantar-se a cada estação para rever o mapa e contar novamente as estações certificando-se que não deveriam já ter saído. Deitam olhares ansiosos para o mapinha a cada 30 segundos, como quem espera uma surpresa (a plataforma para Hogwarts? a conversão súbita da linha azul no expresso do Oriente?) e esticam muito o pescoço para ver o sinal luminoso que diz o nome da estação seguinte dos dois lados da carruagem - embora digam exatamente o mesmo. 

Os Smart-Passengers

Vão conectados com o seu iphone ou android gigante com ar executivo e importante, de quem já começou a trabalhar, fazendo gestos rápidos com os dedos no ecrã como quem toma 1000 decisões antes do pequeno-almoço. Mas quando o metro pára numa estação e o silêncio é maior, ouve-se distintamente a musiquinha de fundo do Candy Crush.

Os Bullys 

Esperam qualquer oportunidade para poderem despejar nos companheiros do metro a frustração que sentem porque o marido não lhes toca há meses ou não são aumentados há anos. Se alguém lhes toca, pede espaço, passa para se sentar, ou faz algum comentário de forma educada, respondem para o ar de forma embrutecida. Atenção, o segredo da espécie é nunca falar diretamente para a pessoa de quem se estão a queixar. Olham para o oxigénio do metro e falam alto sem encarar ninguém, atirando "há gente muito mal educada" e "o que uma pessoa tem de aturar", por entre alguns desabafos em francês corrente.


Os Acomodados

Tratam o metro por tu. Sentem-se em casa no fundo. Por isso aproveitam aquele tempo para pôr conversas pessoais em dia por telefone, ensinando a todos os passageiros em volta (que no fundo são como família) qual a última discussão com o namorado que as engravidou. Ou limam descontraidamente as unhas e pinçam os pêlos das sobrancelhas, porque um ritual de higiene e beleza está tão bem numa carruagem do metro como na provacidade do seu wc. Privacidade? O que é isso? São cidadãos do mundo.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

20
Jan15

5 Tipos de Pessoas que Reagem ao Frio

Maria das Palavras

Pássaro à chuva


1. O Dramático

"OH MEU DEUS, que desgraça. Não aguento nem mais um dia com este frioooo. Vou-me fechar no meu casulo, rebolar e morrer. Ou pelo menos entrar em coma enquanto não voltar a primavera.".
O Dramático vê o fim do mundo em cada gota de chuva, rajada de vento ou grau de temperatura abaixo dos vinte.Durante todo o Inverno o seu sonho é poder hibernar. Faz-se acompanhar de citações melancólicas e uma playlist musical depressiva - sobejamente publicadas no Facebook pessoal.

2. O Saudosista
"Ah, no meu tempo isto não era assim." A frase repete-se, mesmo que seja um jovem nascido em 1996 a falar. Lembram-se dos Invernos menos frios e dos Verões menos quentes. No fundo, lembram-se muito daqueles anos (que nunca existiram senão nos seus melhores sonhos) em que a temperatura foi amena de Janeiro a Dezembro. Anos em que não se usaram casacos porque não houve necessidade disso (os mesmos em que nunca chegaram a deitar uma gota de suor com calor. noutras estações). No fundo, anos imaginários.

3. O Surpreendido
O surpreendido ficava invariavelmente chocado com o frio e a chuva no Inverno (tal como fica de boca à banda com as altas temperaturas no Verão). A cada dia de temperatura abaixo dos 10 graus centígrados faz um novo post "inacreditável este frio". A cada chuvada tira uma foto que publica com a descrição "O que é isto, Meu deus?!" ou mais redutor "WTF". Todos os dias acorda e se surpreende porque, continuando a ser Inverno, não há temperaturas amenas e céu a brilhar. Faz lembrar o Tom-10-seconds daquele filme "A minha namorada tem amnésia" que a cada dez segundos se volta a apresentar às mesmas pessoas.
Às vezes sai de casa no meio de um temporal em camisola decotada ou calções, sem casaco ou guarda-chuva. Só porque não estava mesmo à espera que estivesse mau tempo.

4. O Profeta da Desgraça
Se faz um dia de sol mais quente no Inverno e as pessoas parecem felizes com isso, os "profetas da desgraça" apressam-se a mostrar as previsões de meteorologia que juram que no fim-de-semana seguinte já vai haver temporais (quem sabe um tsunami?). E que durante o mês todo a partir daí o frio não dará descanso. As temperaturas vão baixar tanto que vai ser (outra vez) o mês mais frio de sempre - e estamos a contar com a altura da extinção jurássica.

5. O Acomodado
De facto tem coisas mais importantes em que pensar. Se chove usa chapéu (ou não, se for homem, porque macho que é macho apanha chuva no escalpe e não se importa), se estiver frio reforça a roupa com casacos, luvas e lãs variadas a envolver o pescoço. Nem o afetam muito as temperaturas. "Ah, está assim tanto frio? Nem tinha reparado" respondem eles quando vocês, com uma estalactite a pender do nariz, pedem para ligar o ar condicionado. São os grandes responsáveis pelo enrelegamento de grupos de mulheres inteiras nas empresas.

Eu, a espaços, consigo ser todos. E vocês?

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D