Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

28
Jan15

O amor está nos detalhes #12

Maria das Palavras

Fui fazer uma massagem no fim-de-semana. Quando cheguei, o massagista disse uma coisa muito estranha: pediu-me para deixar as meias. Não percebi, mas obedeci, feliz - porque morro de cócegas nos pés e a experiência de ele me tocar nos pés poderia ser traumatizante para ambos se eu desatasse aos pontapés com um ataque de riso.
Descobri mais tarde: foi o Moço que lhe disse para não massajar os pés que eu tinha muitas cócegas. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Jan15

I Have a Dream

Maria das Palavras

Passar uns quantos dias (não só um fim de semana) isolada neste moinho.com, da Casa do Foral, com vista panorâmica para a Serra de Aire e Candeeiros. Já lhe pisquei o olho muitas vezes, mas a carteira (100€ por noite é o diabo), o tempo, a falta de internet lá em cima e a proximidade com a minha terra natal sempre me travaram. Mas caramba, gostava mesmo. Babem comigo. 

33072847.jpg

 

D31805i5.png

 

D31805i1.png

 

D31805i3.png

 

Lembrei-me disto porque vi agora um desconto. Mas não chega...por isso se não tiverem aí campanhas de solidariedade para ajudar, podem sempre criar o movimento "Um Moinho para a Maria". Se cada pessoa que me lê mensalmente der 1€ já posso passar lá 20 minutos inteiros. 'Gradecida.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Jan15

E do nevoeiro vem D.Sebastião

Maria das Palavras

Ainda só lhe vejo a silhueta. O nevoeiro parece menos espesso, menos sufocante. Será sensação apenas?
Espada em punho, lá vem ele. Virá de azul ou de verde? Terá perdido a máscara que compunha a armadura? Estará o escudo partido?
Já ouço a multidão a aplaudir, a bradar aos céus de contentamento. Vai ficar tudo bem, D.Sebastião voltou.
Hei-de dar-lhe uma palmadinha nas costas, dizer obrigada. Tanto tempo perdido e conseguiu regressar. Mais que isso: quis regressar.
Há que explicar-lhe que farmácia já não se escreve com ph, arranjar um telemóvel ao homem: ó rapaz, qual é o tarifário mais barato agora? Tanta coisa mudou enquanto ele foi e veio. 
Será mesmo ele que emerge ali do nevoeiro?

 

Podem ser afinal só os olhos turvos de lágrimas que me iludem e me fazem ver coisas onde não estão.
Pode não ser ainda o homem. Mas é definitivamente a esperança que aí vem.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Jan15

O que não fazer no Dia dos Namorados

Maria das Palavras

Já percebi que o tema prolifera apesar de ainda faltarem umas semanas. Os saldos já não são novidade desde o ano passado e é preciso dar um toque ao consumidor mais distraído, para começar a gastar. Já há tantas dicas de como supreender e o que oferecer, que achei que o que fazia falta era uma not-to-do list.
Atentem nos meus parcos mas incisivos conselhos. 

O que não fazer no Dia dos Namorados - Maria das Palavras

 

  1. Jantar fora. Depende dos gostos claro. Se gostam de alimentar as varizes passando muito tempo em pé à espera, menus especiais (para passar especialmente fome e pagar especialmente muito), comida crua, empregados impacientes, aquele barulho inconfundível de restaurante cheio...by all means, sigam para essa opção. Mas para sossego e intimidade, nada como um jantar romântico em casa - tudo preparado com antecedência, para não dar trabalho nesse dia. Velas acesas, tudo nos conformes. Se em casa há petizes, até compreendo que a experiência caótica do restaurante pareça apetecível. Nesse caso já deviam ter marcado há 4 semanas façam já a reserva. 
  2. Aproveitar a data para um pedido - seja de namoro ou de casamento. Só pode correr mal de duas maneiras. A metade da laranja diz que sim e ficam com uma data horrível e muito pouco exclusiva para comemorar o sucedido em anos futuros. Ou, a metade da laranja diz que não e ficam mais ressabiados do que nunca com esta data já pseudo-depressiva. Vá lá, o cupido não andou a gastar setas para viverem no mundo dos clichés, escolham um dia só vosso para essas mariquices.
  3. Comprar prendas caras. Deixem isso para as datas mais vossas e menos comerciais. Se querem mesmo oferecer escolham algo simbólico. E pelamordedeus não gastem dinheiro com aquele urso de peluche gigante branco a agarrar um coração vermelho que diz "Amo-te muito". Não há quem tenha onde enfiar isso. E lembrem-se que se a coisa correr muito bem, um dia, esse mono que compraram, vai ocupar um canto do VOSSO quarto.
  4. Assumir que se tem planos com alguém. Saíram um par de vezes e estão tão cabeça-na-lua que se esqueceram que pode ser cedo para começar a exigir esta comemoração.  Não assumam nada, ok? Na dúvida também não se comprometam em ir àquelas sessões de auto-pena dos jantares de solteiras (a não ser que sejam mistos e vão à pesca). Mesmo quando a solteira era eu (e fui-o todos os anos a.m. [antes do Moço] as reuniões de amigas solitárias ao género eu-sou-mais-eu nesta data davam-me vontade de bater com a cabeça nas portas. Acho que nem é preciso dizer que, neste caso, não se aplica prenda nenhuma. NENHUMA. Se houver algo de facto marcado para a data, ele pode no máximo aparecer uma rosa - não é nada de fantástico, nesta altura até à porta do metro dão rosas, e fica bem. Mas nada de gestos drásticos, ok?

Overly-Attached-Girlfriend-GIF-1.gif

 

Posts relacionados, que podem dar jeito nesta altura: 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Jan15

Apanhados na rede

Maria das Palavras

Cem Mil Páginas Vistas - Maria das Palavras

 

Eu ia chamar a este post "Chupa Pipoca" mas tendo em conta que cem mil visitas faz ela em cada par de dias, alterei.
A verdade é que, segundo diz o Google, nestes parcos seis meses de blog, a blogger menos in do pedaço já ultrapassou em muito as 100 mil páginas vistas, por quase 40 mil pessoas diferentes. E já lhe subiu de tal forma à cabeça que agora fala na terceira pessoa.
Pode ser francamente pouco, posso ser a blogger no top 3 dos menos lidos e metade das pessoas terão vindo por engano (sobretudo os que vêm pela pesquisa "mamas da sara sampaio"), mas estou orgulhosa tendo em conta que criei o blog só porque tinha palavras a mais na ponta dos dedos e quis partilhá-las, nem que fosse só com três pessoas e meia.


Neste número cabe quem já se habituou a vir cá todos os dias, até várias vezes ao dia (sem ser só o Moço), o que significa que há por aí muita gente doida (como eu). Para todos um muito obrigada - inclusivamente para os que se arrependeram assim que entraram e deram meia volta porque me acharam burra, presunçosa e/ou odiável (Deus sabes que nos momentos certos consigo ser estas todas).

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds