Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

26
Jul16

A praia da Gambôa e a Mercearia d'Alegria

Maria das Palavras

A Mercearia d'Alegria Boutique B&B | Peniche - Experiência Odisseias por Maria das Palavras

 

Esta experiência Odisseias saiu-me melhor do que a encomenda. Confesso que quando comecei à procura de algo na zona oeste onde passar a noite para aproveitar o sol (e as folgas do Moço ao fim-de-semana, que são raras) comecei por pesquisar nos hotéis típicos de beira da praia, e só depois de saber que já estavam cheios como ninhos de andorinhas na Primavera, me virei, numa pesquisa mais aprofundada para este hotel boutique sem piscina, um bed and breakfast que me pareceu de decoração catita ali a 300 metros de uma tal de praia da Gâmboa. E foi o melhor que podia ter acontecido. 

Adorei a pequena praia, tanto quanto é possível eu adorar uma praia que não tenha água quente e sombra de palmeiras, almoçámos muito bem na zona de Peniche e tivemos uma estadia ótima com alguns detalhes adoráveis e improváveis (já vos conto tudo). Recomendo mesmo (já tive muito boas experiências com a Odisseias e, sem esperar, esta foi para o topo da lista). Vou recomendar aos meus amigos e recomendo-vos a vocês. 

 


Sigam-me no Instagram - @maria_das_palavras e no Facebook aqui.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Jul16

Uma foto da semana, se me dar na gana #2

Maria das Palavras

Julho2016 | Peniche - Praia da Gambôa | Maria das Palavras


[Este fim-de-semana esteve à beira de ser perfeito. Costumo encher a boca para dizer que não gosto de praia, mas meteu praia. Praia de areia chata (sempre) e água fria, mas sem vento, sem enchentes, sem horas a mais. E além da praia e de termos estado os dois num pedaço de paraíso inesperado, houve amigos, houve a família dos dois (além da família que somos os dois) e houve sobretudo oportunidade para esconder as ninharias do dia-a-dia por baixo de um chapéu de sol e esquecê-las por um bocadinho. As preocupações todas, gigantes que sejam, não deixam de ser ninharias ao pé dos bons momentos. Não podemos deixar que sejam.]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Jul16

Dois dedos de conversa #52

Maria das Palavras

Maria: O Diogo* queria a Bimby para ajudar a mulher e afinal ela é que faz tudo na mesma.

Moço: Ao fim da tarde ele está sozinho com o miúdo...

Maria: E..

Moço: Não consegue tomar conta do filho e fazer o jantar.

Maria: Se eu consigo tomar conta de ti e fazer o jantar, ele também tem de conseguir.

 

*nome fictício

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Jul16

Quando os nomes são promessas (ou não)

Maria das Palavras

Uma pessoa chamada Maria da Luz não devia precisar da EDP, a sogra chamada Esperança tem mesmo de ser a última a morrer (azar se for sogra), um homem de sobrenome Branquinho não deve passar muito tempo na praia e uma bebé a quem chamam Serena deve dormir dez horas seguidas, no mínimo, e evitar chorar no restante tempo. Se é Salvador é bom que tenha tiques de herói, se é Constança não pode estar sempre a mudar de ideias e uma Rosa tem de cheirar sempre bem, embora possa magoar as pessoas de quando em vez. Uma Linda deve cuidar da sua pele mais que as outras e, se necessário, recorrer ao cirurgião, enquanto um Domingos deve aproveitar ao máximo o seu fim de semana.

 

Não, não sou dada ao simbolismo dos nomes. É que hoje vou ficar alojada num sítio chamado Mercearia da Alegria. E espero que respeitem a promessa!

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Jul16

Primeiras!*

Maria das Palavras

Uma pessoa passa a vida a cultivar a ideia que não é cá de modas e que às vezes quem lhe dera mas não tem nada a ver com as bloggers upa upa da cena tuga e depois depara-se com coisas destas. Juro que foi sem querer. Aliás, diria que fui eu a lançar a tendência - se ao menos tivesse mostrado do que estava a falar há umas semanas atrás.

 

Os chinelos de que falei aqui?
São estes, porra. Pior: adoro-os.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

22
Jul16

Uma foto da semana, se me dar na gana #1

Maria das Palavras

Lâmpada - Maria das Palavras

 

[Não tenho minimamente aspirações a fotógrafa. Tenho umas noções e uma máquina mais-ou-menos, mas na maior parte dos dias dá-me a preguiça e uso só o modo manual. O Moço, que tira fotos melhor que eu, numa máquina mais séria que a minha, e mesmo assim não se atreve a achar-se fotógrafo - como muitos que lá por comprarem uma lente xpto já acham que podem fazer exposições - gosta de captar imagens e espevita-me para fazer o mesmo. Às vezes partilho no Instagram, outras vezes não partilho. Mas apetece-me. Não é para pescar elogios - já expliquei que não sou fotógrafa nem tenho pretensões disso. E este blog até é sobre palavras, que é o que eu acho que manejo melhor, mesmo que seja só assim-assim. Só que algumas destas fotos que me falam ao coração vão-se perder um dia destes, num disco externo qualquer e não vou olhar para elas - num álbum seria o mesmo. Aqui, talvez eu volte a olhar para elas. Ou pelo menos, tu também olhaste. Esta rubrica não tem de vos apetecer. Mas a mim apetece-me. A foto da semana pode ser da semana por eu a eleger e não porque temporalmente o foi. A foto da semana pode não ter regularidade semanal. A foto da semana pode até ser do Moço quando eu quiser e ele me deixar. A foto da semana é para mim e por mim, mas convosco.]


Muitas fotos em vez de apenas uma de vez em quando aqui no Instagram @maria_das_palavras.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

22
Jul16

O glamour de uma blogger qualquer.

Maria das Palavras

Precisava de estar impecável à hora de almoço. Por isso saí de casa com nódoas gigantes de desodorizante que tomei por água, ao longo da manhã juntei uma nódoa de manteiga ao tecido e esfreguei os olhos lambidos de rímel negro. Parece que ter o nariz assado dos últimos dias de constipação podia não ser suficiente para me olharem de lado. Mas só para ter a certeza que causava má impressão tossi que nem uma tuberculosa durante o almoço todo por causa do ar condicionado.  Estão mesmo a ver-me num evento da Boticário ou marca que o valha, não estão?

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Jul16

O Flagelo das Ecografias

Maria das Palavras

Pintura na barriga, imagem Pixabay

 

Perdoem-me desde já a potencial insensibilidade deste post. Mas preciso desabafar convosco.

Ora bem, tenho 30 aninhos, em teoria aquela idade em que a minha avó me veria já com cinco catraios nos braços, na prática, aquela idade em que as amigas à volta começam a ficar grávidas. Eu adoro bebés e crianças - tem qualquer coisa a ver com o fato de também gostarem de mim e eu depois não lhes resisto - e muito embora não esteja ainda a planear ter um 24/7 em casa gosto muito de ver e mimar todos os meus "sobrinhos" e acompanhar as mamãs na aventura, a uma distância segura (eheh). 

O que acontece é que continua a haver alturas que não sei bem como reagir, talvez por me faltar ainda a costela de mamã. E uma das coisas que mais me custa é...reagir a ecografias. Pensemos naquelas normais em que se vêem sombrinhas pretas e brancas e com sorte distinguimos uma forma. A primeira coisa que me acontece (nalguns casos) é...querer muito ficar feliz, mas não encontrar o bebé...lembram-se desta cena de Friends? Sou uma tal Rachel.

 

 

Quando me explicam para onde olhar, ou se a forma já for bem definida, e eu orgulhosa digo que fico muito feliz com esta primeira foto do "nosso" bebé, na verdade o que estou a dizer é que fico muito feliz que esteja tudo bem. No entanto, há SEMPRE amigos no circuito capazes de me fazer deixar cair o queixo no chão com os seus comentários. Nomeadamente:


"Oh-meu-Deus. Vê-se tudo!"
Hein? Eu demorei séculos para perceber o que significavam as manchinhas e tu vês tudo? Vês alguns ossitos, sabes onde estão as coisas, vá, mas quer dizer...exagero, não?

 

"É parecida com a mãe!"

Se já me queixava neste texto da insistência desde recém-nascido no discurso "com quem se parece a criança" (parece um bebé! acabou de nascer!), ouvi-lo dizer a partir de ecografias, deixa-me totalmente à nora. 

 

"Tão bonito, está a dizer adeus!"

Não...não me parece. Por muito que o vosso filho vá ser daqueles que aos 2 anos já recita o o alfabeto de trás para a frente em três línguas...tenho bastante certeza que neste momento essa mãozinha para cima significa só que está a tentar arranjar espaço aí dentro e a ajeitar-se como pode para crescer bem...

 

"Que coluna tão bonita!"

Juro que isto aconteceu. A sério? Isto não parece quando um tipo está a tentar elogiar uma miúda feia e lhe diz que tem umas unhas perfeitinhas? Ou que adora o facto de ela ter nariz? Digam-me...é suposto elogiar os ossinhos do bebé? Sou eu que sou meio estúpida ou são eles que estão só a inventar qualquer coisa para dizer porque também não sabem?


Pronto, enfim. Gostava que talvez me pudessem melhorar o léxico e avançar algumas sugestões para expressar a minha felicidade que não pareçam superficiais, mas, que enfim, não soem a forçado. No meu caso, claro, porque juro que aquele "que coluna tão bonita" foi bem sentido por quem o disse. Eu é que sou a desprovida de coração do grupo...

 


Sigam-me no Instagram - @maria_das_palavras e no Facebook aqui.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds