Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

28
Dez16

Tenho uma coisa para vos confessar.

Maria das Palavras

Agora que já o confessei ao Moço, a parte mais difícil passou e penso que posso partilhar com vocês. Foi algo que descobri apenas na semana passada, mas que afinal sempre fez parte de mim. Algo que estava adormecido. 

 

Eu, que sempre afirmei que não era fã de Youtube e não me perdia a ver nada por lá, nem os vídeos que passam no Facebook eu abro...ando ligeiramente viciada em vlogs nos últimos dias. Daqueles mesmo basicozinhos, com pessoas (youtubers famosos) a mostrar o seu dia ou só a contar coisas para a câmara de forma cómica. Quase me dá vontade de pegar na máquina e começar a filmar os meus dias e as minhas teorias para vos mostrar (estou a achar que seria um sucesso e até tenho a voz menos esganiçada que muitas) e só não começo um vlog porque sou mais foto/telegénica ao nível do traseiro e fazer vídeos de costas é chato. 

 

Pronto.

Dizem que a admissão é o primeiro passo para a cura. Resta-me aguardar.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

28
Dez16

Está na altura dos tops de 2016, certo?

Maria das Palavras

2016blogtop.jpg

 

 

O POST MAIS LIDO

Contra todas as expectativas e sem destaques, com mais de 45 mil leituras este ano (apesar de ser um post de 2015) o post mais lido do blog em 2016 foi Como escrever dedicatórias (s)em fitas. Parece que anda aí muita gente com falta de inspiração para desejar sorte aos finalistas e as dicas que deixo têm ajudado alguns. 

O POST MAIS PARTILHADO

Estava prestes a desligar o computador naquele dia quando vi o post do Guilherme no Facebook acerca das coisas que aprendeu a morar com a namorada. Li-o, ri-me muito e começaram a brotar ideias para um "direito de resposta": as coisas que aprendi a morar com o meu namorado. Este menino escrito às duas pancadas (nem chegaram a ser três) ultrapassou o texto Mulheres como o mais partilhado de sempre do blog.


O POST QUE EU GOSTEI MAIS DE ESCREVER

Confesso: os meus desabafos pseudo-cómicos são a coisa mais gostosa de escrever para mim. Quem me conhece sabe que falo mesmo assim como escrevo (na maior parte dos casos) e com o mesmo tom (o que tento passar pelo menos). Este tipo de posts escrevo-os num tirinho, sem pensar, e só releio mesmo uma vez para ver se estou a ofender muito alguém. Um dos que mais me divertiu escrever foi este sobre o flagelo das ecografias de bebés, mas qualquer um da coleção "flagelos" releio com gosto, porque escrevo com muito gozo. Também me estou a  lembrar por exemplo do Viver por uma lente ou dos 3 Flagelos nos Concertos. São tão a minha cara.

 

O POST QUE MAIS ME ORGULHOU

Vou ter de eleger um que me tocou por ter tocado alguém. Quando escrevi a review acerca da Burguer O'Clock depois de ter jantado lá com a família não esperava nada em troca. Afinal o meu post gerou coisas boas e não estou a falar de jantares grátis para mim. O Pedro viu o seu bom trabalho recompensado - sem ser apenas com pancadinhas nas costas. Se ainda não foram experimentar o sítio: fiquem atentos...novidades no blog acerca disto já no início do ano.

 

O POST MAIS SOFRIDO

Toda a série Maria vai ao Ginásio me saiu bem do corpinho (e chegaram a ser 4 vezes este ano), mas tenho de eleger o da aula de cycling como o mais doloroso a todos os níveis (mas particularmente ao nível do rabo). 


O POST QUE DESEJAVA NÃO TER ESCRITO
Creio que ainda estou em tamanha negação que nem me apetece voltar a escrever o sucedido. Foi este

 

O POST QUE QUERIA REPETIR

Eu sei que já vos fiz um top de Experiências Odisseias e creio que na altura não me foi tão fácil decidir em cada categoria qual a minha favorita. Mas ao escrever este título houve algo que me veio à cabeça e que dava os dois mindinhos para repetir amanhã (agora?) e voltar a escrever sobre isso (ainda no outro dia recordava nostalgicamente este dia numa janela de Facebook a contar a uma amiga que estava a escolher uma massagem): a massagem + esfoliação + circuito de spa no GSpa do Altis (já agora, desta vez também podia passar a noite). 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Dez16

Os presentes de Natal podem ter consequências nefastas #5

Maria das Palavras

Como deixar-nos doentes com vontade de viajar mais, só para raspar o mapa inteiro! Foi a primeira vez (creio) que recebi de uma amiga uma coisa que eu aconselhei a várias pessoas que me pediram ajuda no Consultório de Prendas (sem serem packs Odisseias, que já eram prenda usual e bastante apreciada cá em casa). E creio que a pessoa que mo deu nem leu isso, só há-de ter visto o mapa e pensado: isto é a cara daquela desgraçada que só pensa em vadiar. E é mesmo!

Scratch Map - Capitão Lisboa (prenda oferecida a Maria das Palavras)

 

Mas claro, também tem consequências ao nível do casal. Ele quer raspar a Islândia e eu quero raspar a Austrália. Ele quer raspar a Escócia e eu quero raspar os Alpes Suiços. Na verdade, queremos ambos raspar os dois e propomo-nos a largar tudo e pintar este blog de cima a baixo e fazer tatuagens a condizer no braço com a marca que nos oferecer a próxima grande viagem! Estou a brincar. Não estou nada.  

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Dez16

Pode dar direito a separação

Maria das Palavras

O Moço andou uns dias com tonturas (ou vertigens, é discutível). Pensámos que era só do cansaço mas afinal tudo aponta para problemas de ouvido interno, nomeadamente algo a que chamam "cristais desalinhados". 

Eu sei o que estão a pensar agora. Foi o mesmo que eu pensei.

Cristais dentro do ouvido?!  Ele com cristais e eu com bijuteria na orelha?! Não oferece nem um à namorada?! Forreta. Já nos estivemos a entender melhor...

 

[aceitam-se dicas e partilhas de experiências, btw]

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Dez16

7 coisas que podem correr mal no Amigo Secreto

Maria das Palavras

christmas-1668438_960_720.jpg

 

Antes de mais: calma! Já passou. Já não há mais amigos secretos. Compreendo o medo à simples menção. O amigo secreto é cada vez mais um flagelo da sociedade. Hoje em dia qualquer grupo de que faças parte quer fazer amigo secreto. Já não são só os grupos de amigos chegados. São os colegas do trabalho. O pessoal do ginásio. As pessoas que estavam na repartição da finanças naquele dia. Mas por este ano creio que estamos safos (pelo sim, pelo não, evitemos sair de casa), por isso falemos tranquilamente sobre o assunto. 

 

De repente, o amigo secreto que nasceu sob a desculpa de se poupar nas prendas, já obriga a comprar mais prendas do que inicialmente. Mas se negares participação és o Grinch e ninguém percebe - afinal o Amigo Secreto até tem aquele limite de preço de 5€. A matemática é uma disciplina transversalmente odiada e ninguém pensa que 5€ x [todos os círculos de gente com que trocas quinquilharias] = 340€. 


E aquela alminha que organiza diz: ah, mas não tens de gastar cinco euros, esse é o valor máximo. Atire a primeira pedra quem nunca sentiu a pressão para aproximar ao máximo o presente do valor máximo estipulado. Melhor: quem nunca comprou uma prendica adicional se a primeira foi praí metade do valor (e se nota). 

 

Portanto, aceitas o fenómeno encolhendo os ombros, fazes o teu melhor para escolher a prenda sem ires ao chinês (olá Primark, olá Tiger) e rezas para não te deparares com uma destas 7 situações:  

 

1.

Tu decides que já que eram só 5€ vais fazer uma coisa simbólica, como um postal com uma poesia dedicada à pessoa e juntas um bombom de uma caixa que lá estava aberta aberta há algum tempo, mas achas que a pessoa vai gostar. A pessoa que te calhou pede desculpa porque ultrapassou um bocadinho o budget (ai, não encontrei nada) e dá-te um colar de diamantes. Ficas com cara de pau e dizes que o presente a sério atrasou nos CTT e lhe dás depois? 

 

2. 

Dás um presente super personalizado que mostra que conheces a pessoa que te calhou em sorte (ou tentaste, ao investigar a fundo as suas redes sociais), como um vinil daquela banda que só ela conhece e sobre a qual anda a mandar dicas de Facebook há meses. Em troca, ela dá-te uma caixa de After Eight. Marca Branca.

 

what-not-to-say-to-single-girls-emma-stone-2.gif

 

3. 

Finges lindamente que adoras a prenda que te calhou em sorte, mas o teu namorado ou amiga próxima aponta e diz alto e bom som: tu nem gostas de After Eight, pois não?  Ou: já tens isso, não tens?

 

Kristen-Wiig-Celebrates-Friday-While-Working-At-Ta

 

4. 

Era uma troca cega (Porquê!? Gente, não façam isto!) e só na própria noite sabes a quem vais dar a prenda escolhida. Como há 50 mulheres no departamente comercial e só um homem compras uma velinha aromática. May the odds be with you. Claro que te calha o Antunes. Que dá logo uma trinca na vela porque nem sabe bem o que era e só viu o desenho de uma manga. Está muito bom, chomp, chomp, chomp. E o bocado de pavio a pender da boca.

 

5. 
Adoro esta em particular. Pois bem, todos concordamos no Amigo Secreto naquele grupo de amigos para se poupar. Mas no fim do ritual...os teus amigos começam a desencantar mais prendas que distribuem por toda a gente. Olé! Toda a gente trouxe prendas para todos, sem que se tenha verbalizado que isso ia acontecer. Começas rapidamente a olhar para a mala a ver se há alguma coisa que possas embrulhar rapidamente. Uh, há quanto tempo é que aquela tangerina está ali?

 

tumblr_inline_mqe4xcUkfo1qz4rgp.gif

 

6. 

E quando a troca acontece com amigos emparelhados em casais? E claramente é só uma troca de prendas que aconteceu entre as mulheres que compraram tudo e os homens estão lá como quem assiste a um jogo da bola (mas com menos interesse). Faz-te sentir verdadeiramente especial quando a pessoa que te ia dar o presente (no caso um membro masculino do casal) diz "espero que gostes, escolhi com carinho" com aquele ar gozão que diz "agora a sério, foi ela que comprou, eu nem sei o que está aí". Uma pessoa demasiado fixe para se importar, claramente. Aponta o nome. Pode ser que seja ele a calhar-te para o ano e tu decidas dar-lhe um creme para as hemorróidas.

 

7. 

A pessoa que te calhou ou a quem calhaste não vem. E é sempre bom que tenhas pago 12,50€ para ir comer outra vez strogonoff de frango com bebidas à descrição (sobretudo se não bebes) só a bem da concretização do ritual e depois voltas para casa com o mesmo par de meias com renas com que saíste. 

 

fucking-woo.gif

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Dez16

Os presentes de Natal pode ter consequências nefastas #4

Maria das Palavras

Comboio - o novo brinquedo da Maria das Palavras

 

Antes do Natal passámos à Casa e vi este comboio lindo ao pé das decorações de Natal. Quis trazê-lo para funcionar debaixo da árvore, mas o Moço não quis. Nem era bem um comboio Natal e parecia fraquinho e era dinheiro mal gasto e o diabo a quatro (carruagens). Ontem o Pai Natal (a minha irmã, pronto) trouxe-mo! PUMBAS. Depois da discussão sobre se devíamos ter um comboio, a discussão passou a ser ESTÁS A FAZER ISSO MAL porque provocámos cerca de 34 acidentes ferroviários antes de o pôr a funcionar sem descarrilar. Mas agora...já está!

 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Dez16

Pós-Natal

Maria das Palavras

Limpar a casa. Comer as sobras (durante uma semana). Reciclar papel de embrulho. Arrumar os presentes que gostámos. Trocar os outros. Vender no OLX os que não tinham talão de troca. Começar a pensar no trabalho que vai dar desmontar a árvore. Desabafar que foi um desperdício de dinheiro e ainda por cima deu trabalho. Começar (de forma entusiasmada) a contagem para o Natal de 2017.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds