Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

14
Mai15

Como escrever dedicatórias (s)em fitas

Maria das Palavras

Está naquela época do ano em que os estudantes, felizes porque o curso está a acabar (tementes porque a vida real está a começar) distribuem fitas uns aos outros e por familiares e amigos - para terror dos mesmos. É especialmente grave quando tens 50 fitas por preencher de uma forma que se espera original, pouco tempo e nenhum jeito para desenhar e despachar logo meia fita com uma Hello Kitty - been there, done that.

Fitas - Imagem art-e-bordados

 

Portanto as minhas sugestões são: comprem um carimbo a dizer "Felicidades aqui da Maria" e despachem tudo em cinco minutos OU leiam lá o que aconselhei à boa da S., que estava precisamente com este problema.


"Para cada fita/pessoa lembra-te de um episódio em particular. Há-se de ser mais corriqueiro se é uma pessoa menos chegada, mas pode ser aquela vez que se perderam na cidade, aquela noitada a acabar um trabalho, aquela vez que ele nunca te devolveu a caneta...detalhes. Pegas nisso, descreves e juntas uma mensagem daquelas fofinho-coisas que se aplique." 


Vamos a exemplos?

Pessoa para quem escrevo a fita: Amiga com quem uma vez fui ao Zoo e ela teve medo de entrar no reptilário, mas fomos na mesma.
Mensagem na fita: Minha querida [nome da amiga], lembras-te daquela nossa ida ao Zoo quando devíamos ter estado a estudar? Eu lembro-me bem e tenho saudades dessas nossas tarde que espero que ainda se repitam no futuro. O que te queria dizer era que dessa vez quase não fomos ao reptilário porque só da menção à palavra cobras ficavas a tremer. Mas à ultima hora fechaste os olhos, creio que prendeste a respiração e seguiste atrás de mim. Queria dizer-te que não percas essa coragem. Precisaste dela para concluir a etapa que agora termina e voltarás a precisar 

É um truque maneirinho (uma técnica que é geral, mas resulta numa mensagem personalizada). Sou uma Maria cheia de truques, é o que é. Com a mania que sou esperta - e ainda por cima - engraçada. Se ainda não conhecem o blog comecem aqui pela apresentação e vão lendo as minhas últimas tolices e dicas.

 

Um bem-haja a todos. E boa sorte a quem há-de ver as fitas abençoadas este ano. Tentem apanhar água benta também no cocuruto da cabeça que vão precisar. Mas com um bocadinho de sorte e muito talento (e seguindo aquele ditado do "quando rezares mexe os pés") tudo se faz. 

 

 

 Facebook Maria das Palavras

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

09
Fev15

O tal do miminho de boa-noite

Maria das Palavras

Há um tal de ensinamento passado de geração em geração para os casais em início de vida comum: nunca adormecerem zangados e mesmo que haja briga de meia-noite pelo meio não adormecer sem um miminho final.

Há quem lhe chame um bom conselho, eu chamo-lhe um programa de incentivo ao cinismo (ou não fosse eu do contra). Qualquer beijo que não seja resultado direto do carinho que nos transborda naquele momento exacto pela pele é um beijo vazio. Beijos por obrigação, por hábito ou porque assim é que deve ser, são beijos que ofendem o amor que tantas vezes transportam. Mimos contra-vontade que desvalorizam todos os tantos momentos em que são cheios de calor. É como quem diz que ama vinte e quatro vezes ao dia: vulgariza a palavra e o sentimento. Tornam um "amo-te" num "bom dia" rotineiro - deixa de ser especial proferi-lo, passa antes a ser mau sinal a sua falta. Assim se transforma um mais em menos.


Às vezes adormeço chateada porque assim é a vida. Porque não há botão de pause&play para qualquer coisa que dói. Ou porque o "desculpa" ainda não está na ponta da língua. Porque tudo passa (aquela zanga também) mas não tem de ser naquele momento, porque a sabedoria popular quer. 

 

Goodnight Kiss - Despicable Me

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

05
Fev15

Serviço Público: Ide ao Teatro

Maria das Palavras

Gosto muito de ir ao teatro, apesar de não ir com muita frequência. É caro, é verdade, e já apanhei umas secas monumentais, pelo que tento investir com cuidado nesta fatia de cultura.

E se eu vos disser que pela módica quantia de 10€ podem ver a melhor peça de teatro de sempre? Cujo nome comprido não deixa adivinhar como é um espetáculo cómico, divertido, de improviso, enquanto conta a história de 37 obras de um dos escritores mais famosos do mundo? Falo d'As Obras Completas de Shakeaspere em 97 Minutos.

AS OBRAS COMPLETAS DE WILLIAM SHAKESPEARE EM 97 MINUTOS

A primeira vez que vi foi no auditório da minha faculdade há para aí dez anos atrás (OH MEU DEUS estou tão velha) e ainda me lembro de como eles pegaram num dos professores mais respeitados lá da escola para brincar ao longo da peça. Para eles era "o velho". E mesmo sabendo das temíveis consequências que gozar com ele podiam trazer, não conseguimos segurar as gargalhadas.

 

Se para vocês não chega eu dizer que esta foi a peça de teatro que mais gostei ao longo de toda a minha vida (e vou rever no Domingo), espantem-se com os números que falam por si: está em cena desde 1996 e já teve mais de 300 mil espetadores! Primeiro no Teatro Mário Viegas, depois a percorrer o país e agora, de vez em quando, em períodos curtos num palco. Desta vez está no Tivoli, em Lisboa, até dia 15 de Fevereiro.


E sabe-se lá se esta não é a última vez? 
Por isso façam um favor a vocês mesmos e, se tiverem oportunidade, vão. E riam muito.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D