Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

10
Fev15

A primeira vez #1

Maria das Palavras

Nova rubrica, a puxar a participação, pode ser? Conto convosco? É que esta rubrica é o meu Big Brother pessoal para saber mais sobre vocês. Não quero cá gente em casa (no blog) que eu não conheço. Em troca eu também partilho a minha primeira vez, salvo seja. Também é um exercício de memória para, todos em conjunto, enxotarmos o Alzheimer. 

#1 A Primeira vez que andei de avião
Fui sozinha porque ia ter com amigos, que são quase família, a Paris. Tinha quinze aninhos.
Pais e avós trouxeram-me a Lisboa, estacionámos e fomos almoçar do lado de lá do rio, antes de seguir para o aeroporto. Apanhámos o barco para Cacilhas (a que eu chamava sempre Cacelhas) e fomos ao peixe bom e marisco de um restarante que estou longe de me lembrar qual era.
Quando voltámos à margem de cá o carro do meu pai tinha sido assaltado (esse e mais uma fileira deles). Levaram a minha mala de viagem e os iogurtes que a minha irmã pequena ia lanchar. Fiquei basicamente com a mochilinha que trazia às contas, a roupa que tinha no corpo e...o bilhete. O meu pai foi fazer queixa à esquadra, mas quase o prendiam a ele porque trazia o carro que estava em nome da empresa para onde trabalhava sem guias de transporte - o assalto era secundário. A minha mãe chorava baba e ranho e repetia que eu já não podia ir. Mas que raios, eu tinha o bilhete comigo! Vai daí segui viagem. A minha mãe, que não estava descansada, encontrou no aeroporto um par de senhoras velhotas que iam no meu avião também e pediu que me fizessem companhia. Obrigadinha, mãe. No avião ainda me consegui sentar sozinha, mas elas arranjaram maneira de trocar para vir para ao pé de mim. Oh sorte!
No fim, e porque os telemóveis não abundavam na altura, quando cheguei, os amigos franceses só me diziam que eu tinha de voltar para trás, para buscar a mala nos tapetes. Ainda não sabiam que eu vinha mesmo sem bagagem. E eu vinha tão surda da pressão do avião que acho que não os ouvi durante uns três dias. The end. 


Um, dois, três, digam lá agora vocês...

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

43 comentários

Comentar post

Pág. 1/3

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D