Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

12
Dez16

Um Internamento de Luxo (no teatro)

Maria das Palavras

15384394_10209395764285313_2930959423480981799_o.j

 

 

Sintomas: Bocejos. Preocupações. 

Prognóstico:  Falta de entretenimento após uma semana cansativa.

 

Tratamento: Duas horas de pura loucura no Júlio de Matos, a assistir a uma peça de teatro submersivo que conta o outro lado da história de Alice (a do País das Maravilhas). 

 

Reações à medicação: Perda de consciência do mundo lá fora. Alheamento dos problemas. Total imersão na fantasia. A paciente deambulou por horas por salas e descobriu um novo nível da arte a que chamam teatro, na melhor peça a que alguma vez assistiu - correção da qual alguma vez fez parte. 

Não sei como vos contar e convencer que têm mesmo de ter esta experiência sem desvendar a peça, que deve ser sentida em primeira mão e não contada. Sei que desde o momento em que entramos na sala para recolhermos o bilhete e nos tornamos no viajante nº (qualquer coisa) a viagem começa, mesmo antes da peça em si começar. Sei que os cenários são pensados ao pormenor. Sei que há surpresas a cada esquina. Sei que os atores são exímios (e toda a equipa). Temos chás, labirintos para nos perdermos e cartas para encontrarmos. E depois entramos no julgamento do autor do livro que tão bem conhecemos (sob o pseudónimo de Lewis Carrol) e a história da Alice no País das Maravilhas como a sabemos (como a julgávamos saber) nunca mais será a mesma. Tenho de reler o livro sem falta, agora que tomou nova dimensão. Os lugares, cenários fabulosos, as personagens encantadoras e assustadoras, mesmo os cheiros, as luzes, o nevoeiro...Hesitamos entre viver cada cena intensamente e a expectativa da próxima (para onde nos levam a seguir?). Façam um favor a vós mesmos e não percam a melhor peça de teatro de sempre. Não quero ouvir um'alma dizer que o digo por ter convites, soubesse o que sei hoje (já estava tentada a fazê-lo) e teria ido de qualquer forma. Imperdível. Magnífico. Assombroso. Alice, o outro lado da história. Byfurcação, o outro lado do teatro.   

 

 

separador_infoextra.jpg

 

ALICE – O OUTRO LADO DA HISTÓRIA | ESPECTÁCULO IMERSIVO No Pavilhão 30 do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (antigo Hospital Júlio de Matos) Sextas-feiras e sábados às 21h30 – De 09 Dezembro a 25 Fevereiro
Informações e reservas: reservas@byfurcacao.pt ou 93 810 96 44

Sinopse:

Inglaterra, finais do século XIX. É aqui que se passa a acção de “ALICE – O OUTRO LADO DA HISTÓRIA”, baseada em factos reais. É revelado um dos casos mais enigmáticos de todos os tempos. Após uma queixa apresentada contra Mr. Dodgson – Lewis Carroll, com base em especulações e testemunhos de que este poderá ter tido um caso com Alice Liddell, sua musa inspiradora para as histórias de “Alice no País das Maravilhas” ou “Alice do Outro Lado do Espelho”, dá-se início a um julgamento. A acção principal decorre no tribunal dirigido pelo Juiz Presidente, que serve como orientador das várias testemunhas que ali se vão apresentando para fazer o seu depoimento.


Fotografias: 

15241412_602934553247870_750503366441928824_n.jpg

15326187_10209385264422823_5564221779916243970_o.j

15259323_10209385270382972_707422039340235773_o.jp

15252685_10209385248222418_6464482729370051962_o.j

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

19
Ago16

Romeu e Julieta: uma peça tão bonita quanto estava a lua.

Maria das Palavras

Cartaz Romeu e Julieta

 

Continuo a não achar que é a história de amor mais bonita (porque essa acaba algures à frente de uma lareira, com um gato ao colo e rugas a marcar a cara). Continuo a achar que apesar disso é, como a Byfurcação a descreveu, a história de amor mais amada. E depois da noite passada sei que vi a encenação mais bela desta tragédia de amor. Nunca ninguém ma contou como a Byfurcação a fez. Nunca ninguém lhe emprestou esta magia.

 

Maria das Palavras em Sintra

 

Sintra emprestou a sua mística, o parque da Liberdade emprestou o palco e a lua cheia emprestou uma parte da sua luz, por entre o arvoredo. Os atores foram brilhantes, eles lá em cima, nós cá em baixo, saltitando por todo o espaço, surgindo num e noutro ponto do muro, da escadaria, atrás de uma árvore, e a voz da mulher de vermelho - vou deixar que lhe descubram o propósito - era hipnotizante. Ao lado do Moço, de manta nos joelhos, naquele cenário idílico de floresta no meio da serra e o teto de estrelas, não imagino cenário mais bonito.

 

Romeu e Julieta | Byfurcação - Maria das Palavras

 

Não é para rir, mas também vão rir (ai, a ama), não é um cliché, mas vão reconhecer a história, não é imperativo que gostem, mas é imperativo que experimentem - e para que saibam, o Moço gostou tanto como eu. Dêem uma oportunidade à maneira mais bonita de ouvir a história de amor mais repetida pelo mundo fora. Vão, com calçado confortável e agasalhem-se bem (fico feliz, como brincou no fim o encenador, que tenham escolhido ter mantas para o público em vez de microfones de alta qualidade - que falharam um bocadinho). De preferência vão já este fim-de-semana enquanto a lua cheia também é atriz. 

 

Informação Extra

 

 

ROMEU E JULIETA | Estreia 18 Agosto - todas as quintas, sextas e sábados às 21h30 até 15 Outubro no Parque da Liberdade, Sintra. | PROMO ESTREIA - BILHETES COM 20% DESCONTO PARA SESSÃO DE SEXTA 19 AGOSTO

E SÁBADO 20 AGOSTO | reservas@byfurcacao.pt ou

93 810 96 44 | 93 456 57 53 [Visitar Facebook]

 
Sigam-me no Instagram - @maria_das_palavras e no Facebook aqui.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds