Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

25
Abr18

A caixa de vidro a que chamamos Liberdade.

Maria das Palavras

chest-1649299_1280.jpg

 

Passo este 25 de Abril em reflexão. Até que ponto podemos chamar Liberdade à liberdade que temos? Bem sei que já não estamos fechados naquela caixa de madeira escura, fechada com pregos, onde só vemos o que nos fazem chegar através de um pequeno buraquinho. Que é incomparável com o tempo antes dos cravos vermelhos. Mas não trocámos essa caixa ainda por uma caixa de vidro? De onde conseguimos ver tudo, mas como também nos vêem, somos forçados a fingir as normas e os padrões? Não estamos na era em que há liberdade, mas esperam que a devotemos a crescer (de forma a não ficarmos nem muito magros, nem muito gordos), tirar um curso (de preferência um daqueles que dá boa reputação), casar (de preferência um homem com uma mulher), ter filhos (de preferência um casalinho), almoçar aos Domingos em casa dos pais e dos sogros (alternadamente), baixar a cabeça no trabalho para agradecermos um ordenado e comprarmos um iPhone com uma boa câmara e conexão à Internet de onde podemos partilhar só os sorrisos da nossa vida e nunca as birras e indisposições? Sempre as rosas que nos dão no aniversário e nunca a salsa que deixamos murchar? 


E sim, estamos na era em que podemos encomendar um martelo do Amazon com emcomenda Express e partir a filha da mãe da caixa para fazermos o que bem entendermos. Só se tivermos a casca grossa que nos permite fazer ouvidos moucos a todos os que vão olhar e apontar: ai, a filha da Dona Lurdes saiu da caixa, ouviste dizer? É a vergonha dos pais.

 

Vamos partir a caixa. Ainda há muito trabalho a fazer. 
(Sem encostar na caixa dos outros, que liberdade também é isso.)

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

08
Set15

Liberdade, emancipação e arroz de marisco.

Maria das Palavras

Primeiro veio o fim da escravatura e o Homem emancipou-se e pôde fazer as suas escolhas em liberdade, quer fossem as opções certas ou usar Croc's.

Depois as mulheres queimaram soutiens, conquistaram o direiro de voto, usaram calças, entraram no mundo do trabalho (não necessariamente por esta ordem). Não precisam de damas de companhia para sair à rua como na era vitoriana, nem de ordem do marido, não são pegas desalmadas por irem a um bar sozinhas. 

Homens e mulheres evoluiram. Somos todos desenvolvidos e independentes, numa sociedade que caminha cada vez mais para a tolerância.

 

ENTÃO PORQUE PORRA É QUE EU NÃO POSSO COMER UM ARROZ DE MARISCO SOZINHA??

[Agora a sério, há algum restaurante onde possa comer um arroz de marisco que não seja para duas pessoas?]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Abr15

O que não é a Liberdade?

Maria das Palavras

Pisar onde eu quiser: nos calos dos outros também,Cravo

Deixar palavras importantes ao abandono,

Ou fazer tanto barulho que o silêncio se detém,

E invadir com as nossas vozes o quintal de outro dono.


Ofensa gratuita, com face ou sem ela,

Cravos ao peito, espinhos de rosa na boca,

Venha a liberdade para a nossa janela,

Mas não se esqueça de não ser oca.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D