Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

19
Jan17

10 Textos para Rir

Maria das Palavras

LOL - Imagem Pixabay

 

Dizem que ontem foi o dia do Riso. Foi? Se foi mesmo, este post onde reúno textos pseudo-engraçados ou bem-humorados vem mesmo a calhar, embora atrasado. Se não foi, que se lixe, tentem lá esboçar um sorrisito na mesma, com este cardume de textos (cardume é com licença criativa). Como às vezes é para rir de mim e não comigo, pode ser que consigam. Senão riam-se da minha mania de querer ser engraçada, sem ter pontinha por onde se lhe pegue.  E há mais parvoíce no Instagram @mariadaspalavras.

1. A ordinária da vizinhança

2. Estão a ver o problema?

3. Coisas que aprendi a morar com o meu namorado

4. O flagelo das ecografias

5. 5 Mensagens de texto que enlouquecem um homem

6. Acabei de dar uma de MacGyver

7. O flagelo dos filhos na escola (na perspetiva de quem não os tem)

8. O Cocas não é só um sapo.

9. Dois dedos de conversa #58

10. Não sou a única tonta da família #10

 

Facebook - Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

14
Jan16

Obrigada, obrigada, obrigada.

Maria das Palavras

Maiores LOLs  de 2015

 

Queria agradecer aos meus pais, ao meu agente (eu), e aos verduscos mais fofos cá do bairro que me atribuiram um Óscar do LOL pela minha obra relativamente ao síndrome do óculo ordinário. Deixo ainda uma palavra aos restantes vencedores - todos eles merecedores de puras gargalhadas, com textos sublimes a serem lidos. Tenho bastante certeza que não há Nobel da escrita que alguma vez possa ganhar que ultrapasse esta honra, quando ainda sou apenas uma desconhecida cidadã do mundo - muito embora tenham posto logo de lado a entregas de estatuetas, o que acaba por ser de mau gosto. Continuarei na luta pelo movimento #progargalhada e é bom ver assim reconhecidos os meus esforços.

E juro que, hoje em particular, estou vestida a rigor para a passadeira vermelha - as orelhinhas não me deixam mentir. Talvez não seja a fatiota mais apropriada para uma blogger premiada...mas quem manda escolher a menos in?...

 

Fato de gala - A blogger menos in - Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Dez15

Rir e amar são as melhores coisas do mundo

Maria das Palavras

Rir. Daquele riso que vem e fica tanto tempo que nos esquecemos o que era afinal tão engraçado. O riso que transborda em lágrimas e faz doer muito a barriga. Que começa estridente, pega com espasmos e acaba numa careta contraída e silenciosa. Que nos põe no chão a rebolar, mas nenhum ROFTL consegue transmitir. Que fica ali suspenso ainda durante uns minutos depois da última gargalhada e nos faz largar outra vez a rir com uma simples troca de olhar com um cúmplice de riso. Que faz o meu pai olhar para mim, muito sério, com ar "já chega, não"?

Amar. Quando aplicável. Sem definição.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

19
Nov15

Humor & Humor, Lda

Maria das Palavras

Humor & Humor, Lda (imagem Pixabay) - Maria das Palavras


Nem toda a gente se ri do mesmo, é certo. Há gente que - imagine-se - nem se ri de si própria. 

 

Eu, bem dependendo do estado de espírito (claro) consigo achar graça a quase tudo. Confesso que tenho uma predileção especial pelo humor negro, até porque sei que não está ao alcance de todos compreender o riso terapêutico, descomprometido, desligado e gosto de me sentir especial (ou um ser horrível, depende do ponto de vista). Também gosto do humor subtil e irónico, do humor inteligente (sem ter a audácia de achar que o compreendo sempre). Gosto do humor atrapalhado da vida real que se assemelha a uma tragicomédia, cru, sem refinamentos.

E depois há aquele tipo de humor de que o meu amigo se estava a ouvir às gargalhadas. Gargalhadas honestas e profundas. E eu quis saber e rir-me com ele.
Era uma sequência de um tipo a apanhar choques elétricos. Mexia em pequenos gagdets e apanhava choques - só isto. O mesmo humor de escorregar em bananas e cair. De ir contra um poste. O humor do palhaço que te pede para cheirar a flor e te borrifa com água. Esboço um sorriso ligeiro.

 

humor e humor. E confesso que no humor físico sou um pouco limitada.

[O que vos faz rir? Não se coíbam de deixar exemplos nos comentários.]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

17
Nov15

Grandes sermões.

Maria das Palavras

Reações do Facebook | HAHA | Maria das Palavras

 

Vieram vocês, com a mania da grandeza, explicar-me com grandes sermões que uma pessoa se deve rir (por escrito) com ahahaha e não hahahaha. Que estúpida que eu era, diziam as vozes em coro, a rir-se de mim em ahahahaha apontando com o dedo daquela forma que dizemos às crianças que é feio - sou capaz de estar a exagerar, mas não garanto. E eu, triste, pelo engano de uma vida, fiz uma mudança mais radical que o corte de cabelo "à joãozinho" nos idos anos 90 e alterei a forma de gargalhar em textos. Para uma blogger de renome como eu, lida por mais de duas pessoas quando chove e não lhes apetece ir passear para sítios nomeadamente alguns, é uma questão de identidade e estatuto.
Agora vem o Facebook com os novos botõezinhos de reações e espeta logo com haha para começar. E agora, hein? Que dizem às minhas ilusões desfeitas? Onde param as vossas mentiras? É que está na Internet. E tudo o que está na Internet é verdade. [só que não]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

09
Out15

Bem Bom #2: Commedia a La Carte

Maria das Palavras

Commedia à la carte - Zapping

 

Sempre gostei do tom destes comediantes, mas confesso que quando me sentei na cadeira, depois de um dia cansativo, refleti bem e disse "acho que não me vão fazer rir". Depois aconteceu de tudo neste espetáculo de improvisoonde o César Mourão é rei, e em dia de aniversário do Ricardo César: desde beijos na boca do Carlos Cunha  a dois membros do público (de géneros diferentes), a um casal que estava lá por engano (achava que ia ver o Diogo Infante e a Alexendra Lencastre - palavra). Tudo serve para fazer comédia e apesar da estrutura bem ensaiada, com acompanhamento de banda ao vivo, é o público que lança todos os temas, pelo que ir dez vezes a este espetáculo será ir dez vezes ver um show diferente. Depois de mais de duas horas a rir a bandeiras despregadas, estava literalmente enjoada e de maxilar dormente. O bilhete de 16€ que inicialmente parece caro, fica a menos de 13 cêntimos por minuto (e ouve-se bastante melhor que uma chamada internacional). Não digo para irem: fica por vossa conta e risco, está bem? 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

11
Ago15

Estará a gargalhada em vias de extinção?

Maria das Palavras

Tanta alarido, manifestação, eventos de facebook, em prol dos bisontes roxos ou linces de pinta triangular (ou outros animais em vias de extinção) e ninguém vem em defesa do riso?
Mais, da gargalhada! 

Daquela que vem e fica tanto tempo que nos esquecemos o que era afinal tão engraçado. O riso que transborda em lágrimas de cascata e faz doer muito a barriga. Que começa estridente, pega com espasmos e acaba numa careta contraída e silenciosa. Que nos põe no chão a rebolar, mas nenhum ROFTL consegue transmitir. Que fica ali suspenso ainda durante uns minutos depois da última gargalhada e nos faz largar outra vez a rir com uma simples troca de olhar com um cúmplice de riso. Que faz o meu pai olhar para mim, muito sério, com ar "já chega, não"?


Avencemos com soluções, mobilizemos a população. Vamos abrir os sorrisos tímidos, converter as lábios caídos em curvas positivas, às vezes fingir alegria na esperança de nos contagiarmos - a nós e a outros. Vamos partilhar anedotas, imagens do (não) pescoço do Marco Horácio, o vídeo da queda aparatosa da tia Adelaide (que graças a Deus não se aleijou). Vamos rir por tudo e por nada em busca da gargalhada perfeita e profunda, prazer inexplicável, olhos brilhantes, caras feias, felicidade apesar de tudo, naquele momento puro e completo em que tudo mais se apaga.


Juntem-se a mim. Partilhai por esses blogs e facebooks afora a hashtag #progargalhada e provoquem-na. Proliferem-na. Empurre-na para a vida das pessoas. Não matem a gargalhada, ressuscitam-na, salvem-na. E aos bisontes roxos também, claro.

 

Movimento #progargalhada | Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds