Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

06
Jan19

3 Apps para Cumprirem as Resoluções de Ano Novo

Maria das Palavras

Ou para preguiçosos. Como eu.

Sabem quando têm muita vontade de mudar ou melhorar algo - algo que talvez repitam todos os anos nas resoluções do "revelhão", mas não encontram em vocês a energia suficiente para começar? Pode ser que instalar uma destas app's seja o primeiro passo de que precisam. 

 

Zombies Run (Free) - App recomendada Maria das Palavras

 

"Fazer exercício": Zombies, Run!
Gostavam de conseguir levantar-se do sofá e dar uma corridinha revitalizadora e boa para a forma, mas o ímpeto do entretenimento é muito mais forte? Larguem a PS4 ou esqueçam a última temporada de The Walking Dead (já ninguém vê isso mesmo) e joguem na vida real. Esta app de corrida é uma experiência imersiva em que vocês não correm para ficar fit, mas correm pela vossa saúde: têm de fugir aos zombies. Pode ser apenas correr na mesma, na prática, mas se o que vos falta é o desafio...porque não experimentar?

 

Audible by Amazon - App recomendada Maria das Palavras

 

"Ler mais": Audible, da Amazon
Os leitores compulsivos vão querer arrancar-me a pele aos poucos com um corta-unhas por considerar que ouvir um audiobook é ler. Não é. Não é mesmo. Mas posso dizer-vos que vou a meio do livro da Michelle Obama porque passei horas a arrumar a casa enquanto ela lia para mim o seu livro. Porque fui às compras e durante o tempo todo que estive no Pingo Doce ela esteve comigo a contar-me a história da vida dela ao ouvido. É uma forma de conhecer mais livros (penso que é especialmente interessante para biografias em que o próprio narra) nos momentos em que não posso fisicamente pegar num, mas tenho a mente desocupada. Enquanto cozinho ou arrumo ou me movo de um lado para o outro a pé ou a conduzir, por exemplo. E assim conhecemos mais um livro, num períoso em que normalmente não o faríamos, mesmo que não o adicionemos ao GoddReads por não o termos lido literalmente. Adicionalmente, para quem não tem mesmo o hábito de ler, talvez seja uma forma fácil de se habituar aos livros, como um primeiro passo para ganhar ou recuperar o bichinho. Nota: Os livros em português são limitados (são sobretudo clássicos). Os conteúdos são mais interessantes em inglês. Olhem para isso como uma vantagem (treinar a língua).

 

Water Drink Reminder - App recomendada para beber água | Maria das Palavras

 

"Beber mais água": Water Drink Reminder
Gente, se há coisa que devia ser fácil e eu não faço nem a ferros, é beber água com regularidade. Depois acontece que acordo a meio da noite com sede, porque - claro - estou desidratada (mas não me levanto para resolver o assunto, porque, lá está, sou preguiçosa). Já tinha experimentado uma app para me lembrar de beber água que basicamente servia de alarme e com o tempo passei a ignorá-la com bastante mestria. Esta é diferente, porque define um objetivo para ti (que pode ser ajustado, eu fi-lo) e, não só te vai lembrando, como ao beberes e registares estás a cumprir o teu desafio diário. Tem o efeito compensador de por um check numa lista. Não posso garantir que vá funcionar ad eternum, mas posso recomendar que tentem também. De qualquer forma o objetivo é que o hábito se entranhe e depois já não precisamos da app. Nota: Não a encontrei no iTunes (uso Android).

 

Tentados a experimentar alguma? Se o fizerem, contem-me como está a correr!

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

09
Jul17

Serviço Público: A arte da reunião com os amigos

Maria das Palavras

Após estudos levados a cabo durante anos, com diversos grupos de teste, posso partilhar convosco o segredo que leva a que não vejamos determinado conjunto de amigos de ano a ano (ou ainda mais espaçadamente). O problema é quase sempre as agendas apertadas ou pseudo-apertadas. À medida que avançam os compromissos profissionais, sentimentais e outros que tais a disponibilidade desce e os amigos ficam na base da pirâmide de Maslow - afinal, online ou via telemóvel dá-se sempre um jeitinho, não é?

Vão reconhecer esta conversa num grupo de Whatssup perto de vós: 

- Então pessoal que data dá jeito?
- Epá, esta semana estou super ocupada.
- No fim de semana tenho de levar o puto a ver os avós.
- Este mês ando cheio de trabalho.
- E se for a 12 do mês que vem?
- A 12 faz anos a minha prima.
- Por acaso já tenho um jantar nesse dia.
- Epá, com essa antecedência, não consigo, e se for amanhã?
- Já disse que esta semana não posso.Próxima segunda?
- Pode ser antes terça? Às segundas tenho yoga.


Este é o segredo: marcar a data e anunciá-la. Quem vai, vai. Quem não vai, fica para a próxima. Ponto.

Os que são só pseudo-ocupados dão um jeito e vão e os que estão mesmo ocupados às vezes vão , outras ficam. Mas não se espera pela data perfeita (tal como não se espera pelo homem perfeito) sob pena de deixarem de reconhecer os cheiros uns dos outros (as caras sempre vão vendo no Instagram).

Às vezes, milagrosamente, juro que até vão aparecer todos, mesmo aqueles para quem a data não dava jeito. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

13
Mar17

Chega a Primavera, chega o amor.

Maria das Palavras

Já sei que o anúncio é precipitado e a conclusão também. Em todo o caso os passarinhos a cantar, dizem as boas línguas, propiciam os momentos cor-de-rosa. Se for o caso, façam favor e peguem nos conselhos que Maria vos dá, do alto da sua (pouca) experiência:

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

19
Jan17

Aprender uma coisa por dia... também com a Maria XIII

Maria das Palavras

Não é o terceiro segredo de Fátima porque esse era um bocadinho vago, e esta dica é bastante clara. Têm uma página de Facebook profissional ou do vosso blog? Querem fazê-la crescer de forma simples e orgânica? Aqui está uma bela de uma dica que aprendi há pouco tempo e agora partilho convosco. 

 

UM TRUQUE SIMPLES PARA TER MAIS LIKES NA MINHA PÁGINA DE FACEBOOK. | Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

09
Dez16

Aportuguesando

Maria das Palavras

Parece que chegou ao pedaço a nova marca de maquilhagem e afins do grupo Boticário (não li ou vi bem ainda o que é, mas penso que é isto) que faz um grande sucesso no Brasil e tem por nome toda uma frase "Quem disse, Berenice?". Pronto, faz-me um bocadinho de impressão se uma pessoa quiser ir lá ter de dizer "Queres ir comigo ali ver a Quem disse, Berenice?". Se a pessoa não tiver já ouvido falar da loja pensa que eu estou a resvalar para a senilidade aos trinta.


Se gostam mesmo do conceito da frase, a minha sugestão é que mantenham, sim senhor, a forma, mas ao menos tornem o nome mais local, mais tuga, porque Berenices por cá (acho) que não há. Deixo algumas sugestões, tendo em conta a área de negócio e tudo:


É para que mudes, Gertrudes!

(pumbas, mesmo a explicar o que faz)

Quem disse, Alice?

(só para trocar a Berenice)


É para o focinho, Toninho.

(esta também explica bem e apela aos homens)

 

Do que estás a falar, Guiomar?

(para ser na mesma onde do quem disse)

Tens cá disto, Evaristo?

(um clássico nacional)

 

13560875_TJlmF.jpg

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

06
Dez16

Série boa para embrulhar prendas.

Maria das Palavras

É fácil fazer um top de séries fantásticas para nos entreter ou relaxar, fazer rir ou emocionar,  deixar-nos de cabelos em pé ou a resfolegar pelo próximo episódio. Mas se não fosse eu quem é que vos conselhava uma série ideal para embrulhar prendas? Aquela que tem só interesse suficiente para servir de barulho de fundo enquanto encetam noutra atividade? Que não precisa de muito para perceberem a história e ainda vos deixa soltar um eheh ou um oh de vez em quando? Pois, é claramente uma falha existente na blogosfera. Não temam, que a Maria chegou para vos ajudar. 


A série eleita para embrulhar prendas é Lovesick, do Netflix. Não têm de quê. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

22
Nov16

Aprender uma coisa por dia... também com a Maria XI

Maria das Palavras

Quem é que tem um trauma porque emprestou um livro e nunca mais o viu? Ou nem sabe a quem o emprestou?...
E quem já se deparou com um livro emprestado que sabe não ser seu e já não se lembra de quem é?...

Pois. Sendo assim, leiam o novo texto que excrevi para o Aprender Uma Coisa por Dia: 5 Regras para emprestar livros!

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

22
Nov16

Top Experiências Odisseias

Maria das Palavras

Se é verdade que sempre fui fã e utilizadora da Odisseias (sempre que me apetecia uma massagem, por exemplo, nem me ocorria ir a algum lado sem um voucher), também é verdade que a parceria com a marca me permitiu, ao longo do último ano, ter várias experiências extra no meu CV de bon vivant. Tenho partilhado convosco as boas, as menos boas e aquelas que nunca esquecerei. E acho que chegou a hora de organizar a casa e dizer-vos quais foram - até agora - as minhas experiências favoritas em cada categoria, para vos guiar nalguma possível escolha. Não é nada encomendado, é mesmo vontade minha de recapitular [inserir música nostálgica] e aconselhar. Vamos a isso?

 

 

TOP CIRCUITO SPA

O melhor circuito de águas é no Tryp, tenho dito. E se é verdade que não usei tanto tempo quanto poderia porque a dado momento "perdi o Moço" e andei à procura dele, também é verdade que não arredo pé desta conclusão. A sauna e o banho turco sao bons, a piscina é grande (até aqui tudo normal), mas o jacuzzi...não é de gente normal, é de gente VIP. São "espreguiçadeiras-jacuzzi" e não um quadrado-jacuzzi. Só visto. Falei da experiência originalmente aqui e podem encontrar o voucher do circuito na Odisseias aqui

 

 

GSpa | EXperiência Odisseias - Maria das Palavras

 

 

 

TOP MASSAGEM

A melhor massagem foi no GSPA do Altis. Nunca fui tã bem esfregada - e olhem que fui muito em esfregada muitas vezes, salvo seja. O facto de ser uma experiência completa (com exfoliação, a dois, acesso ao circuito de águas) terá ajudado, mas a massagem esteve no ponto mais certo de sempre: nem muito bruta, nem muito suave, foi "a" massagem. E uma massagem com pedras ser agradável é quase um mistério do universo. Falei sobre ela aqui e apesar de não haver neste momento um voucher exatamente igual, há um no mesmo sítio aqui.

 

TOP REFEIÇÃO

Fui a medo, confesso, por ser um restaurante de hotel, com um certo estatuto, no centro de Lisboa. Fui com medo de ir lá e passar fome, pronto. Mas não podia estar mais longe da verdade. Fiquei muito bem alimentada, em quantidade e sabor e tive um excelente almoço de aniversário com o Moço. Onde? No Elevador, que fica no Chiado. Acho perfeito para ocasiões especiais e quero voltar lá (com voucher!). Falei-vos desta experiência aqui e podem encontrá-la na Odisseias aqui.

 


Pratos no Restaurante Elevador do Hotel de Santa Justa | Maria das Palavras via Odisseias

 

 

TOP ESTADIA

Por momentos hesitei. A estadia no luxuoso L'AND Vineyards foi memorável (voucher aqui, opinião aqui), mas eu sou muita dada ao conceito de expectativas. E a estadi que superou todas as mminhas expectativas foi na Herdade da Sanguinheira - que nem sequer era a minha primeira escolha para aquele fim de semana e naquela zona e revelou-se o local perfeito (embora ainda possa estar a falar meio sob efeito dos biscoitos de alfazema). Por isso é essa a minha escolha, para um recanto de paz total e isolamento. Mostrei-vos tudo sobre essa estadia neste texto. Infelizmente já não está disponível no site da Odisseias (não estou certa de está nos packs), mas espero que retomem em brevel.

 

 

TOP OUT-OF-THE-BOX

Ultimamente tem-me dado para experimentar mais coisas. Mesmo antes da parceria já tinha ido ao teatro através do site, já tinha feito limpezas de pele, já tinha comprado produtos (o último foi o tapete da Zori, que adoro) mas faltava-me aquele elemento das coisas que às vezes não pensamos que alguma vez faríamos. Já tinha considerado o Salto Tandem, mas a marcação não era certa e eu não podia sempre, pelo que comecei a olhar com carinho para a restante secção de lazer. Entretanto já fiz workshops de fotografia e culinária, andei de Moto 4 e repetiria qualquer uma dessas coisas. Mas a maior loucura para mim (eu sei, eu sei, não é loucura nenhuma) foi o Mistery Game. Adorei entrar num jogo que não mete cartas e sentir-me uma heroína. Falei sobre isso aqui e apesar de já não estar a Mistery Escape Game em Lisboa na Odisseias, neste momento está o Escape Challenge no Porto (aqui) e O Jogo Pirata em Torres Vedras (aqui). Experimentem e digam-me lá se não é fantástico. 

 

 

Facebook Maria das Palavras - Clica para gostares

 

 

[Decidi não voltar a editar o texto - que eu já organizei este TOP na semana passada, mas entretanto tenho duas coisas a acrescentar. A primeira é que a estadia deste fim de semana em Alcobaça pertencia claramente neste top (logo vos falo disso). A segunda é que, nem de propósito (até porque eu sou distraída com estas coisas), a Odisseias já entrou na loucura da Black Week com grandes oportunidades (vejam aqui a seleção) - e sempre é um sítio onde não temos de enfrentar as filas.]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Nov16

A pequenada e os livros.

Maria das Palavras

Quando o nosso sobrinho nasceu, vai para dois anos e umas quedas, prometemos (ao Universo enfim, para ninguém em particular que ele não falava) que lhe daríamos um livro por ano. Eu sou menina das letras, o Moço alinhou, houve direito a pinky swear e tudo. 

 

tumblr_moluw8alAL1s0m2j2o1_500.gif


Falhámos redondamente.
Tem sido bem mais de um livro por ano. 

 

À medida que ele vai crescendo e vai ligando cada vez mais aos livros (ele não diz livros, diz "histórias") mais gozo dá escolher livros para ele. Tenho descoberto um mundo de criatividade que só visto. Numa primeira fase eram os livros com sons e texturas. Agora, para a idade dele há livros que são autênticos jogos. Têm poucas letras? Têm. Mas ajudam-nos a apaixonarem-se pelos livros mesmo antes de saberem ler e a desenvolverem todo o tipo de competências com tanta interatividade. Enquanto os adultos também se deliciam com a originalidade. Embora não possamos admitir que os livros deles nos divertem muito mais que os nossos.  

 

Socorro, estamos no livro errado - Booksmile

 

O mais recente que oferecemos ao garoto foi esse que se chama Socorro, estamos no livro errado e tem tudo desde bonecada e um argumento giro a instruções para fazer um  barco de papel ou páginas para identificar as diferenças (e apesar de ele ser demasiado pequeno para conseguir fazer tudo desde já, juro-vos que não tem largado esta "estóia" nova). A premissa é simples: o Rui e a Rita foram parar ao livro errado e precisam da ajuda do leitor para voltarem ao seu livro - para junto do seu cão. Ao longo das páginas vão saltando de livro em livro e encontrando desafios diferentes até chegar ao seu. As crianças são convidadas a ajudar nesta busca e, a julgar por este meu catraio que ainda nem percebe tudo, divertem-se muito.Podem ver algumas das páginas interiores aqui: 

 

2016_1116_21380700.jpg

 

2016_1116_21381400.jpg

 

Além deste, reuni abaixo alguns dos que já ofereci (a este sobrinho e a outras sobrinhas "de coração") que ficaram no meu lote de favoritos. Um deles faz jogos de sombras, outro explica a vinda de uma mana, outro é um grande hit entre a miudagem e creio que tem a ver com os sons! Todos escolhidos com carinho para uma pessoa e uma situação, recomendados com honestidade.

 

 

 

Se eu estou ansiosa para ter filhos? Ainda não. E para lhes fazer uma biblioteca? Absolutamente! Aproveitando que é quase Natal fiquem então com estas sugestões: um livro é sempre um bom presente. 

  

Uma última dica: algo que me baralha muito nos livros - como nalguns brinquedos - é saber se já são adequados para a idade. Claro que podemos sempre oferecer com antecipação e às vezes mesmo fugindo à tabela do que é adequado para as crianças (pois todas têm os seus próprios ritmos e podem já ler livros mais avançados ou aproveitar bem os que são pensados para uma idade menor), mas é bom ter uma noção. Então neste link podem ver os conselhos do Plano Nacional de Leitura, para saberem o que é adequado para cada etapa. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Out16

A técnica de Pomodoro (e a app!)

Maria das Palavras

Perguntas: Ai Maria, que raio, não te cansas de escrever no blog todos os dias? E como é que tens tempo para isso?

Respostas: a) Às vezes canso-me e b) não é fácil. 


Claro que não estou exatamente "aqui" todos os dias e se sei que me vou ausentar e não vou ter tempo escrevo algum post que agendo quando estou mais folgada para publicar em momentos de ausência. E quando "estou" organizo-me para não me perder. Esta é a parte difícil. Concentrar-me numa coisa de cada vez, quando só no computador há tanta coisa por fazer (e fora dele mais um mundo). 


Recentemente li acerca da técnica de Pomodoro, registada por Francesco Cirillo. Basicamente centra-se no conceito daqueles temporizadores de cozinha. Sabem?

6a00d83454b21e69e2017743ac59f5970d-800wi.png

A ideia é que durante o "tempo Pomodoro" a pessoa se concentre unicamente naquela tarefa (25 min), sem outras distrações, mas ao fim desse tempo desvie os olhos e faça qualquer coisa mais divertida ou diferente - de preferência física - por um pouco (5 min). Parece que estamos sempre a parar, mas na verdade, é uma técnica que ajuda comprovadamente à produtividade. Segundo o pomodorotechnique.com devem seguir-se alguns passos e regras: por exemplo, calcular quantos "Pomodoros" precisamos para cada tarefa, certificarmo-nos que durante a contagem afastamos todos os estímulos exteriores (ou seja, fechamos a tab do facebook e afastamos o telmóvel com a janelinha de Whatsapp) e aproveitar de forma inteligente todo o tempo do contador.

 

Não, não precisam de ir à cozinha! Nem ao IKEA! Há várias apps e extensões desta técnica (procurem por Pomodoro). Claro que qualquer temporizador faz o mesmo efeito, mas já agora, vamos usar a técnica com estilo, não? A que estou a usar é uma extensão do Chrome chamada Simple Pomodoro. Usem e abusem dela, adaptando às vossas necessidades e tempos (podem diminuir o tempo de trabalho ou aumentar a pausa, consoante vos aprouver, desde que não abusem e respeitem o conceito, senão não vale de nada). Há-de ser muito bom para várias atividades, mas parece-me que funcionará lindamente para estudar! Experimentem. Bom trabalho!

 

Pomodoro Add ON

 

 

Facebook Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D