Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

16
Mar16

Uma viagem vale mais que mil palavras: Pedrogão Pequeno

Maria das Palavras

E ter amigos com casas em sítios assim encantadores vale o mundo todo. Gosto da sensação de experimentar a natureza desta forma, tanto quanto gosto de voltar à cidadezinha poluída no fim do passeio. Sou rato da cidade que gosta de respirar o campo. E este local encantador fica só a um par de horas de Lisboa. Já tinha passado por lá uma vez, numa pressa de quem segue caminho, só o suficiente para ver meia paisagem e comer um bife com molho de queijo da serra no Hotel da Montanha que me soube pela vida - acho que ainda lhe sinto o sabor. Desta vez provei maranhos (prato típico da Sertã) e fiquei fã. 

 

Pedrogaão Pequeno - Maria das Palavras

 

Esta sou eu a apreciar essa vista do miradouro do Pedrogão Pequeno para a barragem (mesmo ao lado do tal hotel, junto à igreja). Apreciem lá a beleza da paisagem - se se conseguirem abstrair da minha, claro!

Eu que não gosto de ginásio, nem dou pelo tempo passar nestas caminhadas, nestas andanças. Cheguei à minha cama no Domingo à noite absolutamente exausta e feliz.

Passeiem os olhos por esta galeria de fotos que tirei e vão compreender (estão a ver a seta para o lado, não estão?).

 

Facebook - Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

02
Fev16

Odisseias da Maria: Monte dos Pensamentos | Estremoz

Maria das Palavras

De Sábado para Domingo, no segundo capítulo da comemoração do nosso aniversário de namoro, decidimos usar um pack Odisseias que ainda andava cá por casa (oferecido pelos cunhadinhos). Depois da estadia que vos mostrei num resort de luxo, pensámos que qualquer noite que se seguisse a esta saberia a passar de cavalo para burro. Mas esquecemo-nos que o burro é um animal caricato e cheio de encantos próprios, mesmo que não tenha a crina lustrosa do seu primo que vai aos concursos. 

Monte dos Pensamentos

 

A escolha recaiu sobre o Monte dos Pensamentos, em Estremoz. Não havia quartos simples disponíveis, pelo que ficámos numa suite (mediante pagamento de um extrazito, claro). Mas não houve arrependimentos. A receção , onde também está a piscina e o salão de jogos (que é na verdade a divisão da foto acima), fica a uns 100 metros do edifício onde estão os quartos que também tem uma cozinha e uma sala comuns. 

Quando entrei no quarto, fiquei positivamente deslumbrada. A decoração moderna, com capas dos livros do Tintin transformados quadros, a colcha bordada maravilhosa, a salamandra com o lume preparado (voltamos a isto mais tarde) e uma cama-individual (que virou sofá), o LCD, uma garrafa de água de cortesia e a casa-de-banho super moderna em pedra. Em termos de turismo rural...não podia ter melhor aspeto. 

Monte dos Pensamentos - Experiência Odisseias | Maria das Palavras

 

Aprendi mais tarde que mesmo os quartos mais bonitos, com ar condicionado e salamandra, podem fazer-nos passar um frio de rachar, mas como me disse uma amiga minha quando lhe contei isto: é Janeiro, querias milagres? 

Tive uma luta de titãs com a salamandra, mas ao fim de três horas a bicha acendeu, tornámo-nos as melhores amigas, e foi um luxo estar a ler ali à beira do calor, em dois cadeirões confortáveis. Sabem aquela sensação "não-saio-daqui-nem-que-sinta-a-pele-das-pernas-a-arder"? Foi tal e qual. 

Maria à Salamandra no Monte dos Pensamentos - Maria das Palavraa

 

Nessa tarde visitamos Estremoz, bebemos um chá n'A Cadeia Quinhentista - um bar que era mesmo uma antiga prisão, muito pr'ó engraçado - e aprendi que os ilustres da minha terra (D.Dinis e a Rainha Santa Isabel) também são famosos por lá. Comemos numa das tascas mais antigas do sítio, onde não fomos lá muito bem atendidos, mas eu tive oportunidade de a) provar e ficar fã da sopa de cação e b) mostrar ao Moço como sou a melhor namorada de sempre, ao deixá-lo ver o Porto durante o jantar, sem refilar (muito).

 

Estremoz - Maria das Palavras

 

No Domingo, antes de voltarmos a Lisboa via bifana de Vendas Novas, ainda visitamos Vila Viçosa, onde o que mais impressiona é o Paço Ducal e o borrego assado do Ouro Branco . Estranhei que num Domingo tão solarengo houvesse tão pouca gente a passear numa cidade tão alva e bonita, mas quem sou eu para mandar na vida dos outros? 

 

Vila Viçosa - Maria das Palavras


E pronto - correndo tudo bem - para o ano há mais!

 

Facebook - Maria das Palavras

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

15
Set15

Uma viagem vale mais que mil palavras: Cinque Terre

Maria das Palavras

Pensei, antes de ter planeado esta viagem a sério, que não era a melhor altura para concretizar este sonho, por tantas e tão diferentes razões. Mas afinal...haverá alguma altura que seja pouco apropriada para cumprir sonhos? 

Não sei onde foi a primeira vez que ouvi falar deste destino segredado e o botei de imediato na minha check list. Muitos conhecem a Riviera Italiana, mas muito mais não a conhecem. As Cinque Terre são um tesouro, um parque natural considerado património mundial pela Unesco e não estão sozinhas para nos encantar - que a região da Ligúria tem outras surpresas para nos deliciar a vista e a alma. E eu queria mesmo saber se aquelas fotos que o Google e outros blogs me mostravam eram só Photoshop ou eram a realidade.

 

- Vou a Cinque Terre.
- Vais onde?
- A um sítio paradisíaco na costa oeste italiana, onde não há cadeias de restaurantes, nem de hóteis, onde chegas de comboio ou de barco, onde...deixa-me mostrar-te uma foto em vez de explicar.
- UAU.

 

Manarola | Viagem a Cinque Terre - Maria das Palavras

Manarola, em Cinque Terre (e eu, no meu melhor ângulo). Sem uma ponta de um filtro.

 

Itália é oficialmente o país estrangeiro onde conheço mais cidades e não me arrependo um minuto ou um cêntimo disso. A primeira viagem foi com duas amigas, um tour inesquecível de dez dias pelas senhoras-cidades mais famosas do país: Milão > Verona > Veneza > Florença > Pisa > Roma.
Na segunda (que não quero que seja a última), com o Moço por companhia e ainda o comboio como meio de eleição favorito, passamos pelas Cinque Terre (Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza, Monterrosso), mais duas irmãs menos famosas mas igualmente bonitas (Levanto e Portovenere) e a mais conhecida e rica área de Portofino (com direito a passeio desde Santa Marguerita Ligure e pit stop em Paraggi).


Sei que naquele último dia, na última das Cinque Terre,  num último mergulho nas águas límpidas e quentes do mediterrâneo, fiquei muito tempo a olhar para o mar verde primeiro, azulão depois, e ao fundo a serra que se estende em curva com as outras terras. Monterrosso nos pés, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore na vista. Todas no coração.
Fixei o olhar por muito tempo sem querer ir buscar a máquina fotográfica ou o telemóvel. Queria a imagem gravada na memória, mais sólida que a marca de biquini que me ficou no corpo, mais durável que a bateria da máquina, mais resistente que o papel. Quase palpável. 
Registar a certeza que nunca antes tinha estado num sítio tão belo. À exceção - claro e sempre - do meu país.

 

Uma viagem vale mais que mil palavras: Cinque Terre e Cia | Maria das Palavras

 

E agora, travando o impulso de publicar mais mil fotos e um milhão de palavras sobre este destino...dou o texto por encerrado.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Nov14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Madeira II

Maria das Palavras

Nove fotos não chegavam. Segue o resto da seleção Madeira 2014, ilha que palmilhámos de uma ponta à outra. Ficam tantas fotos lindas de fora (tantos suspiros por dar), mas não vos maço mais com isto.

Eira do Serrado - daspalavras.blogs.sapo.pt

Eira do Serrado. O primeiro grande impacto.

Curral das Freiras - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Vista para o Curral das Freiras. Onde há um restaurante chamado Sabores do Curral. Promissor.

Pico do Arieiro - daspalavras.blogs.sapo.pt

 No Pico que é a estrela lá do sítio (mas não é o mais alto).

Ponta de São Lourenço - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Junto à Ponta de São Lourenço (de onde avistamos Porto Santo).

Casas tipicas de Santana | Madeira - daspalavras.blogs.sapo.pt

 As casas típicas de Santana. Passámos por elas sem as ver a primeira vez (havia uma mercadinho do outro lado da estrada que roubou a nossa atenção) e depois andamos meia hora a perguntar por elas.

Estrelícias da Madeira - daspalavras.blogs.sapo.pt

 As estrelícias que a minha mãe adora.

Vista do Cabo Girão - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Vista do Cabo Girão. Caramba.

Piscinas naturais de Porto Moniz - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Piscinas naturais de Porto Moniz (na ponta inversa da ilha). Alguém acredita que a foto não tem filtro?

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

24
Nov14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Madeira I - Funchal

Maria das Palavras

No caso, também é uma viagem que vale mais que mil imagens, de tantas fotografias que tirámos. Estivemos por lá quatro dias a deleitar a vista com paisagens maravilhosas e muita descoberta neste canto do nosso país. Mostro-vos para já o Funchal, mas cuidem-se que mais fotos estão a caminho. Demos quase uma volta completa à ilha dos milhentos túneis e ficámos com muitos postais para recordar. Arte do Moço (e algumas perspetivas minhas também). E só não vos posso mostrar as fotos mais bonitas de todas porque essas são as que eu apareço como complemento manífico da paisagem (hehehe). Espero que gostem desta primeira fornada. A segunda está aqui.

Funchal | Madeira - daspalavras.blogs.sapo.pt

A vista do Funchal para cima.

Teleférico do Funchal ao Monte - daspalavras.blogs.sapo.pt

 O teleférico over-priced (15€ ida e volta) onde ainda assim não nos arrependemos de andar.

Funchal - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Pela cidade.

Vista do Monte sobre o Funchal - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Vista da Senhora do Monte para o Funchal.

Pausa na Senhora do Monte - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Um degrau para descansar. Qualquer canto em que se pare é digno de uma foto.

Cestos Funchal Madeira - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Carros de cesto do Monte. Teríamos descido neles para o Funchal se eu soubesse que iam até lá

(mas já tínhamos pago ida e volta no teleférico).

Mercado dos Lavradores - daspalavras.blogs.sapo.pt

 Mercado dos Lavradores

Malaguetas no Mercado dos Lavradores - daspalavras.blogs.sapo.pt

 As cores do Mercado dos Lavradores I

Frutas no Mercado dos Lavradores - daspalavras.blogs.sapo.pt

  As cores do Mercado dos Lavradores II

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

11
Nov14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Vilamoura

Maria das Palavras

Eu sei, eu sei. Três dos quatro posts desta rubrica são "vá para fora cá dentro". Mas não deixa de ser uma descoberta. Não deixo de estar a respirar oxigénio de outro lado. Não deixa de ser uma viagem.

Esta levou só 48 horas, mas soube-me pela vida. E partilho convosco algumas fotos do passeio junto à marina...e do meu lanche (muahahahaha).
 vilamoura1.jpg

 

 

vilamoura3.jpg

 

vilamoura2.jpg

vilamoura4.jpg

 

vilamoura5.jpg

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

22
Set14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Setúbal

Maria das Palavras

Quem está por Lisboa nem dá por nada (só sabe que vai lá comer peixinho bom e barato) e tem aqui uma cidade linda por conhecer, mesmo ao lado.
Tive exatamente 48 horas para fazer um compasso de espera na correria da vida e aproveitei cada minuto para conhecer bem mais uma cidade portuguesa pelo lado de dentro, na companhia do Moço e de mais um par de amigos.

A estadia foi no Hotel do Sado e o objetivo do fim de semana era ver os golfinhos. Lá fomos num passeio de barco XPTO com nome de "Wine Sunset Party" com a empresa Vertigem Azul. Por 25€ (os passeios normalmente são 30€, mas este era patrocinado por marcas da região) houve direito a prova de vinhos, tortas e queijo de azeitão e sol na cabecinha. Também pudemos rebolar na rede na frente do veleiro/catamaran, feitos lordes. Golfinhos é que nada. Diz que a probabilidade de os vermos era de 95%, mas desconfio que há muita gente que fica ali nos 5% que faltam. Pois bem, não fizeram falta. Que isso de animais que parecem peixes e depois são mamíferos cheira-me desonestidade. 

Fiquem com as imagens da cidade, das paisagens a bordo e na Arrábida, do convento de Jesus (em restauração, só vimos a capela - mas o curador deu-nos uma autêntica lição de história, das boas e de graça) e do mercadinho.

Setúbal

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Jul14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Paris

Maria das Palavras

Não há duas sem três e parece-me que não vai haver três sem mais.
Se Paris sozinho não fosse boa razão, se os amigos que lá tinha não chegassem também, agora tenho família lá emigrada como desculpa. 

O que gosto mais é de ouvir a língua (tanta gente discorda de mim no amor à língua francesa) e tenho uma grande mágoa em não a treinar mais para desenrolar o vocabulário esquecido. E é mentira que as francesas não tomam banho, nem se depilam, já agora. Ou melhor, é tão verdade como todos os portugueses terem bigode (incluindo as mulheres).

 

 

Eu em Paris, Notre-Dame

 

 

Da primeira vez fui sozinha, da segunda raptei a minha irmã e divertimo-nos muito e da terceira levei lá o meu amor. Queria afinal, fazer jus ao outro apelido da cidade da luz.
Li algures que o dinheiro que dispendemos em viagens é o único que nos deixa mais ricos em vez de mais pobres. E eu só queria ser assim para lá de rica, a gastar cada cêntimo em viagens.

 

[Na foto sou a de chapéu (a ser perseguida pelo pássaro), junto à Catedral de Notre Dame, vista pela lente do meu rapaz - que tirou e tratou a fotografia para ficar assim tão bonita. É ou não é um talento, o meu amor?]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

16
Jul14

Uma viagem vale mais que mil palavras: Buddha Eden

Maria das Palavras

Foi uma viagem do tipo "cá dentro" mas nem por isso vale menos das mil palavras e algumas imagens que partilho convosco (por entre as dezenas que registamos).

Buddha Eden - Fotos daspalavras.blogs.sapo.pt

 

A Quinta dos Loridos ou Buddha Eden Garden (Jardim da Paz) fica a cerca de uma hora de Lisboa (no Bombarral) e a entrada fica-se pelos 2.5€ por pessoa. Ideal para um programa a dois, familiar ou, arriscaria até, sozinho, para um pedaço de sossego.

Também se pode aproveitar a boleia do comboio que por lá anda a fazer uma visita de 20 minutos, com paragem nos locais de destaque, mas para quem gosta de passear, ver tudo com a sua calma (e não se sinta pressionado a palmilhar os 35 hectares do jardim) o ideal será visitar a pé. 
Budas, dragões Koi, soldados de terracota, muitas outras estátuas em mármore, obras de arte contempoâneas, um lago gigante e jardins com labirintos a perder de vista.

É daquele tipo de sítios em que uma pessoa nunca sabe se deve seguir pela esquerda ou pela direita, de forma a não perder nada. Dava um bracinho para ter tido uma setas a indicar o melhor percurso. Mas pronto, assim mantive o bracinho e não deixei de aproveitar bem a visita. 

 

À saída obrigam-nos a passar à loja de recordações, que é mesmo uma loja de vinhos, com destaque para o Bacalhôa, que é o da casa.

 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D