Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

28
Abr18

É sempre tao divertido ir ao cabeleireiro!

Maria das Palavras

Fui no bocadinho de dia que podia, batia a uma da tarde. Honestamente, esperei dar com a porta fechada para almoço e adiar a visita para outra altura. Mas atenderam-me de pronto sorriso e disseram que aguardasse um bocadinho, oferecendo-me uma revista. Felizmente levei um livro, porque um bocadinho foi um bocadão. Apercebi-me que, pelo menos naquele dia, todas as clientes eram senhoras de certa idade (estamos a falar de bengalas para cima) e portanto talvez aquele ritmo pacato de atendimento fosse para elas até um pouco acelerado. 

 

Devia portanto ter percebido que quando eu disse: "quero cortar. Faça o que quiser desde que eu ainda consiga atar o cabelo" a cabeleireira ia estar sedenta de sangue fresco. Disse logo que não ia tirar comprimento (eu achei que esse era o sonho de todas as cabeleireiras, mas aquela já devia sangrar dos olhos a ver cabelos curtos) mas que ia fazer repa. Fosse lá o que fosse, relaxei na cadeira e deixei-me ir. 

 

e2980b206402a9e2d54bb8b77b68981a.gif

 

Quando percebi que repa era franja já era tarde demais. Tenho mesmo de passar a andar com um dicionário regional. Mas enfim, cumpre-se o sonho da minha mãe de me voltar a ver a cara emoldurada, agora sem os óculos de massa da infância. À medida que ela ia fazendo camadas, ia crescendo o meu terror a ouvi-la a dizer coisas como "isto agora usa-se muito" e "também sei fazer mais clássico, mas também sei fazer assim mais radical".

 

giphy (1).gif

 

Ia trabalhando e dizendo o quanto já me estava a ficar bem, mesmo inacabado. Que eu até parecia mais nova. Disse-lhe que isso não precisava, que eu já parecia mais nova antes. Ela dava-me 24/25, eu ostento os 31 inteiros. Mesmo assim continuou.

Quando finalmente terminou, eu olhei para mim já de cabelo seco era isto: 

Cogumelo BrancoAgora as horas já me baixaram o pelo, já estou a ver a coisa com outros olhos (pelo menos a parte dos olhos que a repa não tapa) e sou capaz de até me apegar a este look até à próxima visita. Quando me esquecer do quanto gosto disto de ir ao cabeleireiro. 

 

giphy (2).gif

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

3 comentários

Comentar post

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D