Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

31
Jan17

Um post sobre como a matemática não vale nada.

Maria das Palavras

Este mês fizemos um visto no quadradinho de 4 anos de relação.  Dos meus 30, significa que sou parte deste pack compre-um-leve-dois em 13% da minha vida.  Mas essa pequena percentagem, que é pouco mais de um décimo, é um número absoluto do que quero para o meu futuro e 100% das coisas que não quero abdicar, quando tudo o resto é uma conta errada. 

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

31
Jan17

30 / 66 Dias sem Porcarias

Maria das Palavras

Tenho um problema...fui à Primark buscar champô seco. Não havia champô seco e portanto comprei uma série de outras coisas que francamente não precisava mas são todas super baratas até a senhora as somar na caixa e nós recordarmos que 5 x barato, já começa a ser caro. E o que é que isto tem a ver com o desafio dos 66 dias? Calma, já explico.

 

Duas das coisas que comprei foram daqueles "coisinhos de aromas" para a casa: um em pauzinhos e outro em spray. Porquê? Porque passei no corredor e só me cheirava a pinacolada. Eram efeitivamente os "coisinhos de aromas" ananás e côco. Hesitei qual trazer. Acho que assumi que eram 1,5€ cada um e trouxe os dois (porque o preço estava só BEM evidente na embalagem, logo é normal que o 4€ gigante em cada um me tenha escapado). É que a embalagem também era gira e perdi-me de amores. 

 

Pinacolada aromática na Primark - Maria das Palavras

 

Querem saber? Pus o difusor dos pauzinhos na entrada. A casa tornou-se uma estufa de pinacolada - aliás os vizinhos a subirem a escada já sentem o aroma. E é mau porquê, se cumpre a função? Apetece-me terrivelmente um Compal de Pinacolada. Se podia ser um iogurte? Podia, mas não é. 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

30
Jan17

Repost pelos nossos quatro anos

Maria das Palavras

[Cópia de um email antigo enviado ao Moço.]

Morava nesta casa há uns dois anos, quando a minha J., teve um grande desgosto de amor com seu primeiro namorado. Do alto da minha falta de experiência com relacionamentos sérios, dei-lhe um conselho que ela nem sempre segue, mas lhe ficou para a vida toda: não é ele a tua pessoa, tens de procurar alguém que te iguale ou supere.

 

Ela pegou logo no marcador colorido (já não me consigo recordar se era azul ou verde) e escreveu no quadro branco do quarto que partilhávamos: "Alguém que me iguale ou supere". Ficou muito tempo exposto no quarto que continuou a ser das duas, depois foi só dela. Mas ainda hoje, se formos a Leiria e espreitarmos o quarto da J. em casa dos pais, está escrita a mesma frase no mesmo quadro, só pendurado numa parede diferente - esse conselho que eu lhe dei, essa frase pela qual tentámos orientar-nos sempre, com as várias pessoas com quem nos fomos cruzando.

 

Por um motivo ou por outro, por muito que já tenha gostado de algumas pessoas e (ou) elas de mim, nunca achei que cumprissem esta frase. De alguma forma sempre me senti superior - presunção minha, eu sei. E sem esse reconhecimento, não podia nunca ter-me apaixonado verdadeiramente.

 

Independentemente do que o futuro nos reserve (ou talvez do que nós reservamos para o nosso futuro), tu és o primeiro que, para mim, cumpre esta velha máxima de um par de amigas tolas. Tu igualas-me ou superas-me. Fazes-me sentir grande com as tuas palavras e o teu carinho por mim, e pequenina no teu colo protector ou debaixo do teu olhar terno.

 

Tenho por ti o respeito e a admiração que ninguém me conseguiu arrancar. Podes sonhar como um menino e brincar como um rapaz, mas tens todos os traços de um Homem: da forma como me tratas, à forma como te relacionas com a tua família e com os teus amigos; da responsabilidade com que vês o teu trabalho, à tua paixão pela música e pelas tuas ambições.

 

E é por considerar que me igualas ou superas que és tão diferente de todos.

E me fazes a mim ser diferente também. Para melhor.

 

Não vamos chamar a este conjunto de parágrafos uma carta de amor. Chamemos-lhe só um e-mail de agradecimento, por me fazeres gostar mais de ti todos os dias: de cada vez que me dás a mão, quando me apertas ao ouvir determinada música, se me tocas no joelho quando vamos no carro e eu estou mais calada, quando dizes que me adoras no meio de uma conversa que nem tem nada a ver, se fazes um desvio para me dar um beijo ou simplesmente me lembras que te lembras de mim.

 

Sabe que nenhum gesto teu é menor ou esquecido.

 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

30
Jan17

29 / 66 Dias sem Porcarias

Maria das Palavras

Como pôr açúcar na boca sem quebrar a dieta: usar este esfoliante de lábios da Lush. Mas é preciso não lamber as beiças, o que também se torna complicado, até porque é...comestível. Ninguém me paga a publicidade - o que é uma pena - por isso fica o aviso: nunca entrem numa Lush. Correm sério risco de querer trazer a loja toda. Ou querer comer a loja toda...e não vende comida. 

 

Bubblegum Lush - Maria das Palavras

 

Dica: Andava com os lábios cheios de pelezinhas pelo que decidi usar uma visita à Lush para comprar bombas de banho (e barras de fazer espuma) para comprar um destes que é delicioso (ops, queria dizer, super aromático). Mas podem obter o mesmo efeito esfoliante misturando açúcar com outro creme hidratante que tenham por casa. 

Sigam-me no Instagram @maria_das_palavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Pág. 1/16

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Também escrevo pr'áqui





blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

subscrever feeds