Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

31
Jan18

Maria e Moço x 5

Maria das Palavras

Maria e Moço x 5

 

Ele deixou de pôr de parte a cebola nas saladas ao jantar. Eu deixei de me pentear nas manhãs preguiçosas. Passei a desvalorizar quando faz que morre por estar constipado. Não fazemos cerimónia quando não gostamos das coisas um do outro. Puxo-lhe o lençol à noite se for preciso e ele quando se vira faz tenda e deixa-me a apanhar frio nas costas. Quando digo que não quero jantar ele já não vai buscar cerejas da Patagónia à meia-noite porque é a única coisa que me apetece comer. 

 

Ele dá-me beijinhos rápidos se comer a tal cebola. Diz que gosta de mim despenteada. Certifico-me que toma a medicação certa e cuida de si se estiver doente. Fazemos uma coisa diferente durante um bocado, se não nos interessa a mesma coisa. Ele traz-me água todas as noites à cabeceira antes de nos deitarmos e liga-me o saco de agua quente elétrico enquanto eu levo os dentes. Se for num raio de 10 quilómetros, ele ainda me vai buscar o que me apetecer jantar só para eu não ficar de estômago vazio. 


Não mudámos, adaptámo-nos. E no que é essencial - o amor - nada mudou.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Jan18

Os adultos são mais crianças do que querem fazer parecer.

Maria das Palavras

adult-baby-boy-plus-size-costume.jpg


Também querem os brinquedos uns dos outros - brinquedos que nem queriam à partida, mas dos quais se lembram ao ver outros a divertir-se. Têm ciúmes se alguém que recebe mais atenção, são bem capazes de chorar por isso. Precisam de apoio para pôr projetos a andar. Têm muito medo do que desconhecem, só disfarçam um bocadinho melhor. Alguns atiram-se de cabeça, talvez não do móvel da sala, mas noutras coisas em que acreditam. Gostam de mama! Ui, se gostam. E se alguém os embalar, caem que nem patinhos. Na maior parte das vezes também não querem dar beijinhos a estranhos - a não ser que sejam suecas tesudas.  E, sobretudo, querem a papinha toda feita. 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

24
Jan18

Ser vento ou ser bandeira?

Maria das Palavras

Bandeiras ao vento - Pixabay Image

 

O vento escolhe uma direção e sopra com mais ou menos força, mudando estado das coisas. Às vezes é uma leve brisa que faz mexer a temperatura. Às vezes é um tornado que tudo transforma - ou destrói. Bem ou mal, decide, agita, influencia. 

 

A bandeira pende serena se tudo for paz e bamboleia ao sabor do vento. Consegue erguer-se para um lado e para o outro - consoante o primeiro decidir. Não dança sozinha, mas também não tem hipótese de errar. Molda-se. Adapta-se.

 

És vento ou és bandeira?

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Pág. 1/3

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds