Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

31
Mai16

Moro em ti.

Maria das Palavras

Faz hoje dois anos que nos mudámos para a casa que é nossa. Logo hoje que estamos longe um do outro e não podemos brindar com champanhe - nem o faríamos, era preciso que ambos gostássemos de champanhe. A casa que ao início só tinha mobília já tem a parte maior da nossa história entre as paredes. Mas não faz mal que não possamos celebrar. A data que importa verdadeiramente não esquecer foi o dia em que me mudei de armas e bagagens para a residência fixa do teu peito. Obrigada por nunca me teres cobrado renda.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

30
Mai16

Até a senhora do ginásio sabe que eu não pertenço no ginásio*.

Maria das Palavras

Normalmente as pessoas esforçam-se para fazer valer as mensalidades que pagam no ginásio e botar lá os cotinhos, porque lá a fidelização obriga a que se pague do início ao fim - salvo morte ou perda de membros essenciais (acho que é mais ou menos isto). Esta que vos escreve vai lá tão pouco, tão pouco (se se lembram, herdei a inscrição da minha irmã) que a senhora da receção propôs-se a baixar-me a mensalidade nos meses que faltam de fidelização...

 
*Ou leu isto.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

29
Mai16

O Moço anda com uma dor de costas

Maria das Palavras

E como qualquer homem que conhecem isso é o suficiente para se desfazer em gemidos e entregar a alma ao criador. Anda cá por casa a arrastar-se mais ou menos como o aquela miúda do The Ring que sai da TV e esgravata tudo à frente. 

 

The Ring - Girl Crawling GIF | PopSugar

 

Claro que se for para pegar no telemóvel ou jogar um pouco de PlayStation se esquece momentâneamente dos esgares de dor e dos movimentos presos. Ou a tecnologia tem efeito terapêutico ou talvez seja menos grave do que parece. Entretanto se alguém tiver remédios infalíveis que avise.

Não há nada pior que um homem com febre - Post Homem Sem Blogue

 

[daqui]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

28
Mai16

Separação à vista.

Maria das Palavras

Ele chamou "gaveta de lixo" à minha gaveta de mémoirs cheia de bilhetes de cinema e concertos, guias de viagens, porta-chaves, chocolatinhos velhos que vieram com o café naquela noite, prendinhas de eventos, blocos de notas escritos e outros coisas que só-eu-sei-porque-são-importantes.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

27
Mai16

Não sou a única tonta da família #15

Maria das Palavras

"Mana, fiz uma coisa mesmo à Maria - sabes quando no cinema te desejam bom filme e tu dizes igualmente ao rapaz da bilheteira que está a trabalhar e não vai ver filme nenhum? - só que pior. Como já não vens à feira de Maio e a P. não podia andar comigo naquela nova diversão que faz loop e eu queria mesmo experimentar, ela lá me convenceu a andar sozinha. Então eu sento-me e o senhor que trabalha lá estava a passar por toda a gente antes de começar. Estendeu a mão e eu dei-lhe um high-five. Ele...estava só a verificar os cintos. Estendeu a mão para verificar os cintos e eu dei-lhe um high-five." 

 

tumblr_lmwilgyuYV1qcodspo1_250.gif

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

26
Mai16

Passatempo: Odisseias 5x10

Maria das Palavras

maria-das-palavras-passatempo-verao.png


Está um fim-de-semana prolongado à porta (o de 10 de Junho com direito a mais um dia para lisboetas) e o bom tempo já não despega (espero). O que é que o pessoal quer? PASSEAR! A Odisseias oferece aos caríssimos leitores deste vosso estimado blog não um, não dois, não (...já perceberam a ideia)..oferece cinco giftcards de 10€ que podem ser utilizados no site www.odisseias.com sem valor de compra mínima (com validade até Novembro)! E senhores, se há experiências gostosas para todos os preços e de norte a sul do país (até além fronteiras, aliás), moram quase todas neste site. 

Têm apenas uma semana para participar! Por isso toca a mexer os cotinhos e sigam os passos para ganharem um dos cinco giftcards que temos para vocês:

 

1. Gostar das páginas de Facebook Maria das Palavras (esta) e Odisseias (esta). Olhem que vamos verificar! 

2. Preencher o formulário abaixo até ao final do dia 1 de Junho.

3. Esperar que o vosso nome um dos sorteados pelo Random.org a 2 de Junho.

 

 

O nome dos cinco vencedores será publicado neste post e no Facebook a 2 de Junho e serão contactados por email para receberem o seu giftcard. Espero que depois partilhem comigo qual a experiência que usaram (foram ao sushi? ou ao marisco? estadia no algarve? Zoomarine com eles? ou quartinho com vista para o Douro? massagenzinha no lombo? SPA completo? passear num veleiro? um workshop de fotografia para treinar para a viagem do ano? limpeza de pele para irem passear airosas? escolheram um anel do shopping Odisseias para o próximo casamento?)  e a vossa opinião! A Odisseias não pediu, mas eu sou muuuuuito curiosa.

 

[Com isto ficamos ainda a saber que estou a 10 giftcards de me tornar uma pipoca#sóquenão #olhemqueaquiaprobabilidadedeganharemémaiormesmocommenosvouchers #agorachameivoucheraogiftcard]

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Mai16

Um ano, um livro, uma surpresa, um pedido de desculpas

Maria das Palavras

pordetrasdopano.jpg

 

Faz hoje um ano que recebi um email da Blogs Portugal. Em parceria com a Chiado Editora iam oferecer-me um livro, assim eu quisesse, e em troca eu opinaria sobre ele no blog. Justíssimo. Fiquei entusiasmada, disse que sim, esperei pela volta do correio. 

O livro chegou e...não era de todo o que eu esperava. A minha cabeça já se preparava para o livro de ficção que aí vinha e afinal tratava-se de uma espécie de relato autobiográfico do vocalista de uma banda que eu conhecia, claro, mas nunca seguira com o entusiasmo de outras gerações. Ora bem, dar-lhe-ia a oportunidade prometida. Não naquele dia.


Não estava cheia de vontade de o ler e não estava numa fase em que conseguisse ler muito. Assim foi ficando para trás. A boa intenção esteve lá sempre, mas daí a pegar no livro, não foi um passinho. Estava junto aos outros daquela fila de trás que são os livros em que por uma razão ou outra não peguei ainda: porque comecei e não consigo continuar por serem autênticas chagas (se é que me entendem), porque tenho expectativas e tenho medo de ler e me desiludir (ou desiludir com a minha opinião quem mo deu), porque são tão grandes que tenho medo de ficar marreca, ou pura e simplesmente porque há outros que vão chegando e passando para a frente da fila e outros que também quero muito ler vão invariavelmente ficando para trás. Certo é que chegará a vez de todos, como - vão ver - chegou a deste.

Um dia destes, numa fase em que ando a ler mais, e num ano em que à pála do Livro Secreto tenho lido muitas coisas que à partida não escolheria, passei à FNAC e vi-o. Por Detrás do Pano, de António Manuel Ribeiro. Levei a mão à testa e sozinha corei. Teria já passado um ano desde que fiz a promessa de o ler? É verdade que mais vale tarde do que nunca? Leio ou rebolo apenas pejada de vergonha pela minha falha?

Leio. Peguei nele, interrompendo a leitura de outro. E descobri. Não é um relato aborrecido. É polémico, é revelador, é curioso, tem detalhes suculentos. Sabiam que o primeiro nome da banda foi À Flor da Pele? E eu, convencida que este livro de 35 histórias não era para mim, que nem sabia que o António Ribeiro escrevia livros (inculta, que ele tem outros), que nem imaginava que se tratava de uma banda da margem sul (inculta, que é de Almada), dei por mim envolvida nos episódios que ia descobrindo. Na página 183 lê-se um dos meus favoritos, quando se conta a caminhada para o primeiro concerto (que na verdade foi o segundo):

 


Como diz o poema, atravessámos o Tejo de cacilheiro e fomos de metro até à estação de Roma, quatro músicos com o instrumento à mão e mais sete ou oito elementos da putativa equipa técnica. Conseguimos entrar todos na discoteca, perante o olhar eriçado do porteiro ao ver duas guitarras, um par de baquetas, e alguns cabos nas mãos de 'tanta gente técnica'. (...) Não sei se foi da timidez ou da falta de ensaio do som, mas tocámos tão alto e tão rápido e berrei tanto que abafávamos as palmas logo com uma nova canção. À saída, (...) alguém disse: "Caramba, vocês tocam mesmo alto".

 

Mas foi no Breviário do Universo dos UHF, uma das secções do livro, que li aquilo que me fez identificar imediatamente com esta banda e guardá-la no meu pequeno e endurecido coração: sempre que iam ao Alentejo, as bifanas de Vendas Novas do regresso eram obrigatórias.

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

24
Mai16

Sabem aquela barraquinha da feira que tem peluches gigantes e tem uma senhora a gritar que sai sempre prémio?

Maria das Palavras

Sinto-me essa senhora, ultimamente, com tanto passatempo este mês aqui no vosso blog favorito (ok, no blog favorito do Moço, pelo menos, já que não lê mais nenhum). Mas é que as marcas dizem "dá-lhes, Maria" e eu, sabendo que vocês apreciam, não consigo dizer que não. Sinto-me uma espécie de Mãe Natal de Maio, só que as renas estão com alergias e tenho de usar os CTT.

 

Balanço do mês ao momento:

  • A pexita Cláudia M. ganhou e já foi ao teatro com a família ver a Cinderela e adorou! Diz que entre miúdos e graúdos foi uma risota pegada.
  • Há gente para xuxu a querer o pack Odisseias que ainda está aqui a jogo até dia 10 de Junho.
  • Este Domingo saiu nova oportunidade aqui para irem ao teatro ver, desta feita, o Peter Pan.
  • Na quinta-feira, que ninguém vai estar a ver porque é feriado, sai outra oferta daquelas assim para lá de imperdíveis, com a marca que já conhecem e gostam. Sabem qual, não sabem? E desta vez vão ser cinco premiados!

 

Caramba, que é muita fruta (já dizia o árbitro). 

Fiquem por aí, sim?

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Pág. 1/6

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D

subscrever feeds