Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

03
Dez18

KidsLunching é o novo Crossfitting

Maria das Palavras

Esqueçam as fórmulas detox, os treinos personalizados, as dietas de redução de hidratos. No passado Sábado levei uma coça no treino, que é claramente a solução concentrada para todos os problemas que estes visam resolver. A água micelar da boa forma! O exercício mais completo deixou de ser o Crossfit e é claramente o KidsLunch.  

sf-diet-breakfast-700x.gif

 

Fui almoçar com uma data de amigos, o que aos 32 significa: fui almoçar com uma data de crianças. Eu gosto dos petizes e faço questão de passar algum tempo com eles nestas parcas oportunidades. O que me deu oportunidade de experimentar esta nova modalidade e perceber que tem tudo para substituir os ginásios num futuro próximo. Senão vejam: 

Agachamento com pesos.
O segredo é ter crianças de colo e crianças que já andam. Mimar convenientemente as crianças de colo, sem deixar de dar atenção às outras significa andar com bebés nos braços e agachar-se repetidamente para falar com as outras. O segundo passo do exercício é quando as crianças que já andam também pedem colo por ver os bebés.

 

baby-exercises-lifting-do-you-even-lift-kid-135948

 

Notai que apesar de estarmos num século em que as crianças não ingerem açúcar, gluten, lactose, nem frutos colhidos antes da meia-noite e um quarto em noites de lua cheia quando Marte alinha com Saturno, os sacanas arranjam maneira de ir buscar peso. Pelo estado em que ficaram os meus músculos (ainda estou aflita de pernas e braços, naquele nível em que é esquisito ver-me a subir escadas) diria que albergam dez quilos em cada bochecha. 

Redução calórica. 
Com uma criança presente os pais não comem. Com diversas crianças presentes não come ninguém. Ou se está de pé para estarem bem dispostos, ou sentado com tudo o que pareça comestível afastado num raio superior a 34 quilómetros para a criança não abocanhar.  Seja como for, não se come. Zero hidratos, zero tudo. Nem um pãozinho com manteiga, até porque as crianças mostram todas uma paixão assolapada por pão. Nota-se que ainda não vêem Youtube, que aquilo nem centeio escuro era.

giphy (11).gif

 

Detox sugestionado. 
Entre as necessidades dos bebés e as conversas dos papás, as palavras mais ouvidas deixaram de ser Docks e Urban e passam a ser "xixi" e cócó". O que vendo bem, é quase a mesma coisa. É um bocadinho como ter sempre uma torneira de água a correr, aquele lembrete repetido do que acontece a seguir a digerirmos a comida e  a bebida. E o restaurante ainda teve a fina ironia de oferecer mousse de chocolate - pelo que o boicote alimentar, naturalmente, chegou à sobremesa, que declinei gentilmente. 

 

tenor (5).gif

 

Para quem ousar sugerir-me que tenha então filhos aos molhos, para garantir a boa forma, respondo já: 8 horinhas de sono por noite são essenciais para manter a boa forma. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

19
Abr18

Dois dedos de conversa #97

Maria das Palavras

Conversa de Whatsapp num grupo de amigas:

 

Amiga A: Más notícias. A minha filha apanhou varicela...

Amiga B: É o que dá a creche...os miúdos pegam todos as doenças uns aos outros.

Amiga A: Também tens a vantagem de te encherem a casa com trabalhos manuais que fazem na escolinha.

Maria: Antes as doenças...

 

(acalmem-se que é brincadeira)

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

10
Mar18

Os filhos das outras são...

Maria das Palavras

Quando me vêem lidar com crianças de forma embevecida (coisa que sempre fiz, levo algum jeito para a canalhada) e alguém sugere que por isso devia arranjar JÁ uma para mim, lembro-me sempre da música do Miguel Araújo: Os Maridos das Outras. 

 

Brincar com os filhos das outras também é o arquétipo da perfeição. Depois posso ir para casa satisfeita e dormir enquanto elas lidam com os problemas do ser não-tão-dócil em 24 horas completas. 

giphy.gif

 

PS.: Fatia, abençoada sejas.  A culpa desta lembrança involuntária até deve ser tua! 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

28
Fev17

Adiando os filhos.

Maria das Palavras

Outra ocasião que me mirra o útero é o Carnaval. As mães "bonitas" fazem os fatos para a sua prole Já a minha mãe e a minha avó tratavam dos meus, num exercício de improviso sem igual. Uma vez o fato de Branca de Neve ficou tão bom que mais tarde a professora confessou que eu só não tinha ganho o concurso de máscaras porque achava que o vestido era de compra (é assim que eu sei que os filhos felizes têm fatos feitos à mão pelos progenitores e os outros não têm valor - e por favor não me façam explicar que é ironia). Tendo eu jeito para trabalhos manuais no mesmo grau que tenho talento para navegação com bússola em alto mar (trocando por miúdos: desoriento-me), já sei que vou acabar a não mandar o miúdo para a escola e dizer que sim, que foi, que até lhe fiz o fato de homem invisível pessoalmente. 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Dez16

Protesto Natalício

Maria das Palavras

blur-1869900_640.jpg

 

Abaixo a política de prendas só para as crianças. Só se tiverem em conta que todos temos uma criança dentro de nós. 

Que coisa feia para se ensinar aos mais pequenos. Pois se o Pai Natal só dá prendas aos meninos que se portem bem e os pais não recebem nada, saibam que a vossa criança vai inferir logooo que vocês foram maus este ano. 

Ensinem antes os valores da justiça: não há dinheiro, não há prendas para ninguém, que o importante é a paz e a saude e o amor e tal e coisa. Agora não me venham cá com a mariquice do Natal é dos mais pequenos. 

Coisa mais feia! O adulto comum já é um coitado o ano todo, entre o trabalho e e as contas da casa e as compras e a filharada e a responsabilidade toda e um mar de preocupações. Chega ao Natal...chapéu! Prendas é para os pequenos. Brincar é para os mais pequenos. Natal é para os mais pequenos. Ser feliz é para os mais pequenos?

Que se lixe. Tenho pouco mais de um metro e sessenta. Eu diria que sou pequena. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

25
Nov16

Passatempo Maria Bolinhos

Maria das Palavras

Se há duas coisas que eu gosto é 1) de oferecer livros (ainda esta semana vos falei sobre isso) e 2) de ver os projetos das pessoas cá do bairro verde do Sapo a crescerem (ainda por cima hoje é dia de #followfriday). A Catarina tem um blog no Sapo e um livro no mundo

 

 

A Maria Bolinhos é uma história que tem tudo o que uma criança precisa para ser feliz: princesas e doçura - no caso, a Doçaria Alentejana é a estrela. Não acham um excelente presente de Natal? Sim? Então vamos lá: eu e a Catarina temos um destes livros cor de rosa para vos oferecer! Com um extra importante: o livro tem direito a dedicatória e autógrafo da autora!

 

Participem, até 11 de Dezembro:
1. Devem ter like nas páginas de Facebook Maria das Palavras (esta) e da autora Catarina Duarte (esta)
2. Devem fazer like neste post de Facebook 
3. Devem preencher o formulário abaixo (ou aqui)
4. Devem torcer para que o Random.org selecione a vossa participação a 12 de Dezembro

 

 

Cumpram todos os passos e dia 12 o nome do vencedor será publicado no blog (atualizado neste post). Será ainda contactado por email nessa mesma data e tem 48 horas para responder ou fico-lhe eu com o livro! Boa sorte a todos.
 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

21
Nov16

A pequenada e os livros.

Maria das Palavras

Quando o nosso sobrinho nasceu, vai para dois anos e umas quedas, prometemos (ao Universo enfim, para ninguém em particular que ele não falava) que lhe daríamos um livro por ano. Eu sou menina das letras, o Moço alinhou, houve direito a pinky swear e tudo. 

 

tumblr_moluw8alAL1s0m2j2o1_500.gif


Falhámos redondamente.
Tem sido bem mais de um livro por ano. 

 

À medida que ele vai crescendo e vai ligando cada vez mais aos livros (ele não diz livros, diz "histórias") mais gozo dá escolher livros para ele. Tenho descoberto um mundo de criatividade que só visto. Numa primeira fase eram os livros com sons e texturas. Agora, para a idade dele há livros que são autênticos jogos. Têm poucas letras? Têm. Mas ajudam-nos a apaixonarem-se pelos livros mesmo antes de saberem ler e a desenvolverem todo o tipo de competências com tanta interatividade. Enquanto os adultos também se deliciam com a originalidade. Embora não possamos admitir que os livros deles nos divertem muito mais que os nossos.  

 

Socorro, estamos no livro errado - Booksmile

 

O mais recente que oferecemos ao garoto foi esse que se chama Socorro, estamos no livro errado e tem tudo desde bonecada e um argumento giro a instruções para fazer um  barco de papel ou páginas para identificar as diferenças (e apesar de ele ser demasiado pequeno para conseguir fazer tudo desde já, juro-vos que não tem largado esta "estóia" nova). A premissa é simples: o Rui e a Rita foram parar ao livro errado e precisam da ajuda do leitor para voltarem ao seu livro - para junto do seu cão. Ao longo das páginas vão saltando de livro em livro e encontrando desafios diferentes até chegar ao seu. As crianças são convidadas a ajudar nesta busca e, a julgar por este meu catraio que ainda nem percebe tudo, divertem-se muito.Podem ver algumas das páginas interiores aqui: 

 

2016_1116_21380700.jpg

 

2016_1116_21381400.jpg

 

Além deste, reuni abaixo alguns dos que já ofereci (a este sobrinho e a outras sobrinhas "de coração") que ficaram no meu lote de favoritos. Um deles faz jogos de sombras, outro explica a vinda de uma mana, outro é um grande hit entre a miudagem e creio que tem a ver com os sons! Todos escolhidos com carinho para uma pessoa e uma situação, recomendados com honestidade.

 

 

 

Se eu estou ansiosa para ter filhos? Ainda não. E para lhes fazer uma biblioteca? Absolutamente! Aproveitando que é quase Natal fiquem então com estas sugestões: um livro é sempre um bom presente. 

  

Uma última dica: algo que me baralha muito nos livros - como nalguns brinquedos - é saber se já são adequados para a idade. Claro que podemos sempre oferecer com antecipação e às vezes mesmo fugindo à tabela do que é adequado para as crianças (pois todas têm os seus próprios ritmos e podem já ler livros mais avançados ou aproveitar bem os que são pensados para uma idade menor), mas é bom ter uma noção. Então neste link podem ver os conselhos do Plano Nacional de Leitura, para saberem o que é adequado para cada etapa. 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D