Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maria das Palavras

A blogger menos in do pedaço, a destruir mitos urbanos desde 1986. Prazer.

15
Out18

Um Crime no Expresso do Ocidente

Maria das Palavras

Ultimamente tenho andado a sonhar com viagens tipo o ex-Expresso do Oriente ou a bordo do comboio Transiberiano. Basicamente noites passadas no comboio em destinos exóticos. Deus a provar que existe ouviu as minhas preces e mandou o Leslie para me fazer viver esta experiência inolvidável: uma noite no Intercidades entre Pombal e Espinho. 

 

giphy (8).gif


Vamos lá ver, porque considero que são esperiências semelhantes.

-  Passam-se num comboio.

 

giphy (10).gif

  

E de facto a semelhança reduz-se a isso. De resto, a viagem que devia durar 1h20 durou 9h (até às 8h30 da manhã do dia seguinte). Antes que digam que "o burro sou eu" porque não era noite para viajar...bem (é verdade), pensei nisso, mas o bilhete já estava comprado, as viagens não estavam interditas, o comboio não estava a chegar de Lisboa com nenhum atraso anormal e a linha estava transitável já numa hora que era suposto cair o céu e a terra. Não contei foi com a falha de eletricidade que demorou horas a resolver nas estações desde Alfarelos à Pampilhosa. 

 

Não estou a queixar-me de ninguém (senão de mim), nem da CP, nem da tempestade, só queria partilhar convosco esta jornada, caso alguém decida começar o seu Interrail por aqui - aconselho tanto. Afinal foi fascinante, sinto-me capaz de escrever um livro, com os seguintes capítulos: 

 

  • 80 posições para tentar dormir no comboio (e mesmo assim não conseguir)
  • Nunca saia de casa sem bateria e filmes descarregados no Netflix
  • Treino de bexiga para não ter de usar WCs de comboio em tempos de crise
  • Técnicas de relaxamento para ouvir cinquenta vezes "Lamentamos o atraso...sem estimativa..."
  • Snacks saudáveis para passar a noite num comboio sem serviço de bar
  • Como manter a família tranquila quando se está no meio de nada por tempo indeterminado
  • Variações sintáticas de "Está tudo bem, ao menos estava segura"

 

its-ok-gif-10.gif

 

E o crime, perguntam? Foi só mesmo uma tentativa de assassinato da minha sanidade mental. Mas sobrevivi para enlouquecer noutro dia. 

 

É possível que isto tudo tenha sido resultado dos Stories que fiz na viagem de ida, nessa manhã, onde me vangloriava de ter ficado num assento com eletricidade (estão a ver a ironia?) e mostrava ao mundo o meu companheiro de viagem. O mau olhado pega forte no Intercidades. 

 

 

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

23
Abr18

Achado não é roubado?

Maria das Palavras

gangster-539993_1280.jpg

 

Como sempre, muito adiantada, encomendei antes do final de Março as prendas criteriosamente selecionadas para o Dia da Mãe (para a mãe e para a sogra) num site online onde já tinha encomendado isto e aquilo. Sim, o dia da Mãe que aí virá em Maio. Já estabelecemos que sou apressada e que só não planeio com antecedência o que não me deixam, deixando a óbvia margem de manobra para oh sh*t


Ora tratando-se de quase fim de Abril, lembro-me (só agora que a cabeça não dá para tudo) que nunca mais recebi a encomenda. Vou ao site e confirmo que já foi entregue há semanas...na minha morada de Lisboa - onde não moro vai para um ano. 

 

Portanto alguém na sua vidinha recebeu em casa com o MEU nome (e não vou insistir, mas tenho bastante certeza que a nota de encomenda até leva nº de telefone) um leque de artigos que fazendo as contas dava-me para jantar fora duas vezes assim a lambuzar-me toda com o Moço num sítio bom, porque, caramba, tinha mesmo pensado bem no que dar às mulheres da nossa vida. Não contactou a marca, não devolveu aos correios. Fez que se tinha esquecido ou que achou que era prenda do amigo secreto de Natal a chegar em Abril?

 

Eu sei que a tolice foi minha, que assumi simplesmente que já teria corrigido a morada naquele site e devia ter tomado atenção.  Mas sinto que foi feito um daqueles testes de deixar cair a carteira num jardim a ver o que as pessoas fazem e os novos habitantes da minha antiga casa chumbaram. Resta-me esperar que aquela racha que havia no quarto e o tornava húmido no Inverno lhes tenha dado tosse. Gangsters.

Sigam-me no Instagram @mariadaspalavras, no Youtube aqui e no Facebook aqui.

Seguir no SAPO

foto do autor

Passatempos

Ativos

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O meu mai'novo

Escrevo pr'áqui







blogging.pt

Recomendado pela Zankyou

Blogs Portugal

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D